Muita gente entende que inbound marketing é uma coisa e marketing de conteúdo é outra. Mas ainda existem pessoas que acreditam que ambos são a mesma coisa. A realidade, é que o marketing de conteúdo é uma estratégia que faz parte do inbound marketing. Quando falamos de inbound marketing, é preciso entender que se trata de um amplo planejamento, que utiliza as estratégias do marketing digital. E o conteúdo é um dos grandes pontos de uma boa campanha de inbound.
Já Kotler, Kartajaya e Setiawan, no livro Marketing 4.0[8], dividem os objetivos do Marketing de Conteúdo em duas grandes categorias: a primeira ligada às vendas: geração de leads, vendas efetivas, cross-selling, up-selling e vendas por indicação de outros clientes”; e a segunda categoria reúne as metas relacionadas à marca: “consciência de marca, associação da marca e fidelidade/defesa da marca”.

Otimo trabalho Alex e sua equipe, vocês são feras! Sou aluna e praticante de todas as técnicas que você ensina, graças ao seu curso consegui criar a minha estrutura e me abriu um mundo de oportunidades… ainda tenho muita estrada pela frente, mas sou muito confiante… o nosso Brasil precisa de gente como você! Pessoa simples, humilde e de grande potencial, parabéns querido, continue assim! Que Deus abençoe todos os seus passos . Sempre!


De hecho ya veo etiquetas de google , y como empiezan a ocultar páginas webs ,si compañeros empiezan a ocultar paginas webs, o sea que puede suceder en 10 años .? Internet seguira creciendo mas y mas ,pero las webs como las conocemos ,tenderan a desaparecer, o abra otro cambio radical y reciclandose todos a marchas forzadas .Ya subi un video que hablo de ello al respecto , lo podreis encontrar en mi canal de Youtube , Sifran web y sem

Quando falamos de Marketing de Conteúdo, o benchmarking se torna essencial. É sempre muito importante acompanhar o que outras empresas estão fazendo, como elas se comportam nas redes sociais, como fornecem o seu conteúdo, como o seu site está construído, quais palavras-chave estão bem posicionadas, que linguagem utilizam, que materiais estão fornecendo, etc. Todos esses são pontos fundamentais na hora de pensar na sua estratégia. (Você sabia que nos planos mensais da RedaWeb você recebe um levantamento das principais palavras-chave que levam mais tráfego para o site do seu concorrente? Vale a pena conferir!)
Consegue imaginar uma empresa que, com somente 4.500 dólares ousou investir em aparelhos de barbear e concorrer com ninguém menos do que a Gillette? Pois essa foi a ideia dos fundadores desta empresa. Porém, eles optaram por fazer um atendimento personalizado aos seus clientes, um diferencial, que nenhuma das grandes empresas havia se atentado até então.
Foi o que a rede de hotéis Four Seasons descobriu. Quando um cliente entra em um hotel, ele deseja aproveitar diferentes coisas na própria cidade onde está. Para que ele não precisasse de guias extremamente caros, a empresa resolveu abrir uma conta no Pinterest. Criando um perfil para cada um de seus resorts, a rede de hotéis começou a fazer um guia repleto de dicas de gastronomia, lazer, turismo e muito mais.
Partindo da premissa de que marketing de conteúdo se baseia no desenvolvimento de um público fiel, uma nova tendência começa a ser discutida no mercado internacional. Marcas que de fato conseguem criar públicos fiéis podem vislumbrar novas formas de gerar receitas. Esse é o propósito central do livro "Killing Marketing[28]", lançado em setembro de 2017 pelos estadunideneses Joe Pulizzi e Robert Rose, fundador e diretor do Content Marketing Institute.
Quer você esteja a utilizar o marketing de conteúdo como uma estratégia de branding pessoal ou empresarial, através da geração de conteúdos relevantes, você aumentará exponencialmente a notoriedade da sua marca, seja ela uma marca pessoal ou empresarial. A geração de conteúdos relevantes, além de gerar comentários e interesse junto do seu público-alvo, faz com que você crie um maior nível de interação com seus seguidores. Isso fará com que a sua notoriedade nesse mercado aumente progressivamente, gerando um maior interesse pelo seu trabalho ou pela sua empresa.
O marketing da filial é essencialmente marketing de referência com uma comissão. Quando você encaminha um novo cliente para uma empresa que possui um programa de afiliados , você é pago. Por exemplo, se você é um afiliado da Amazon e recomenda um livro, e as pessoas compram esse livro por meio de seu link de afiliado, a Amazon pagará a você uma porcentagem da venda. 
Are you a successful blogger who wants to run ads on your site and earn a healthy commission? Or do you want to sign up (and pay) for a program or network of affiliate marketers like Stack That Money where you can supposedly learn from those affiliate marketing veterans who are moving around constantly from vertical to vertical and tactic to tactic?
Mark recomenda 11 Nichos para começar com. Ele faz a maior parte de sua renda a partir destes 11 niches. Já escolheu o nicho certo?  Se não, em seguida, ele quase certamente retê-lo. Se você está no processo de construção de seu primeiro site ou apenas começou a pensar em fazer a on-line, então você pode encontrar aqui o que você deve torná-lo sobre.
Basta dar uma analisada nas empresas que estão utilizando Marketing de Conteúdo hoje. Aqui na Resultados Digitais, por exemplo, o conteúdo é o foco. É com materiais educativos e com o nosso blog de Marketing Digital que atraímos nossos clientes, ensinamos nossa metodologia e continuamos um relacionamento após a compra para que eles continuem conosco.
Se você for aquela empresa que a ajudou em uma hora de dúvida ou indecisão, que trouxe a informação correta quando ela precisava, que esteve ali disposta a atendê-la, são grandes as chances de sua marca ser a escolhida em uma tomada de decisão de compra. E o Marketing de Conteúdo também ajuda a motivar uma venda. Quer exemplos? Que tal trabalhar cases e depoimentos de clientes? Explorar as vantagens dos seus produtos e/ou serviços em vídeos e imagens? Já pensou nisso?
Marketing de afiliados do seu blog poderá ser uma excelente forma de gerar fundos, todavia a sua inteligência de ganhar dinheiro com as oportunidades depende somente da particularidade do assunto do teu blog. O tema inovador que é atualizado com periodicidade é a chave para levar os leitores ao teu website ou website. Mantenha tuas afiliações no blog diretamente ligadas ao assunto que você disponibiliza, e seus leitores leais entenderão que usar seus links de referência irá apoiar seus valiosos serviços.

Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.
2. Relacionamento: Através do Marketing de Conteúdo, você se aproxima dos seus clientes e potenciais clientes, permitindo a construção de uma relação pautada na confiança e na interação. Ao oferecer conteúdos relevantes e realmente úteis, você permite que eles tomem decisões mais assertivas, além de mostrar-se sempre ali à disposição para o que eles precisarem ao longo da jornada. Esse é um dos segredos das empresas de sucesso nos dias de hoje, pense nisso!
De todos os tipos de ações de marketing de conteúdo que existem, esta é uma das mais complexas. Muitas vezes a criação de ferramentas exige a criação de um design e, posteriormente, o desenvolvimento da aplicação web ou mobile, o que provavelmente será um investimento muito alto. No entanto, caso você tenha essa possibilidade, é uma excelente forma de você entregar algo realmente útil para os seus clientes e com isso gerar uma base de dados de leads extremamente rica e com um potencial tremendo.
E não adianta, o boca a boca ainda é muito forte e importante para empresas de todos os portes. Cada pessoa que indica o seu produto e/ou serviço para outras gera muitos leads que, provavelmente, irão procurar o seu negócio quando sentirem necessidade. E aqui o Marketing de Conteúdo é determinante, tanto para criar defensores da marca, quanto para estar preparado para nutrir e desenvolver a confiança das pessoas para as quais eles indicarem o seu negócio.
É muito comum empreendedores e empresas criarem perfis em várias redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Youtube, Google+, Snapchat, Pinterest, etc.) e depois publicarem os mesmos conteúdos em todas essas redes. Isso é um erro tremendo. É o mesmo que você imaginar a General Motors, que tem as marcas Chevrolet, Opel, GMC, ACDelco, Vauxhall, OnStar, entre outras, agora começar a produzir todos os carros iguais, mas simplesmente com marcas diferentes. Isso faz sentido?
Existem determinados parâmetros utilizados para determinar a autoridade de um site. Mas, alguns conquistam um peso mais significativo dentro do SEO. O Google utiliza centenas de fatores na hora de escolher um site ou outro para ranquear melhor. Alguns fatores são conhecidos de todos os profissionais do ramo, mas vários deles somente o Google tem acesso.
Em 2014, o Content Marketing Institute estendeu para o Brasil o estudo Content Marketing no Brasil – Benchmarks, Orçamentos e Tendências, realizado a cada dois anos no País. Em 2015, foi feito o Primeiro Estudo de Content Marketing da América Latina, com os primeiros dados concretos sobre como as empresas trabalham a estratégia na região. O relatório mostrou que 98% usavam o Marketing de Conteúdo para promover seus produtos e que 56% das empresas entrevistadas preferem as redes sociais como meio para fazer suas divulgações.[24] Em 2016, foram feitos estudos comparativos realizados no sul do país sobre marketing digital.[25]
O infográfico como estratégia de Marketing de Conteúdo pode ser tão eficiente como material rico porque facilitam a leitura através de informações visuais, principalmente quando há muitos dados numéricos ou é necessário explicar algum processo com um passo a passo. Além disso, podem atrair mais Leads porque costumam exigir menos tempo do que ler um eBook ou assistir a um Webinar, por exemplo.
Marketing de conteúdo é o processo de criar, publicar e promover conteúdos personalizados para seu cliente[1], esse é um método de marketing que se baseia na formação de um público fiel por meio da criação e compartilhamento de conteúdo. A definição mais utilizada em âmbito global é a de autoria do estadunidense Joe Pulizzi, fundador do Content Marketing Institute:
La técnologia me encanta y pensé en hacer algo relacionado…..Actualmente llevo las redes sociales (Facebook y Google plus) de 4 PYMES (sectores empresariales distintos) y 3 mantenimientos webs de estas empresas (posicionamiento SEO). Las páginas las hice yo mismo usando portales con plantillas…Estas webs no necesitan tienda online, sólo tiene importancia el carácter informativo. Las publicaciones las creo yo usando photoshop y un editor de videos….
Por último, mas não menos importante, as plataformas sociais não devem ser vistas somente como um meio de difusão e sim como um canal de interação. Relações duradeiras são construídas através do diálogo, então, não se esqueça de interagir com a sua audiência fazendo comentários, respondendo mensagens e dando “likes” sempre que você ache que merece.
Su negocio es la publicidad nunca lo olvideis.! Os lo dice un observador del comportamiento humano , del porque de las cosas , un investigador que quiere llegar hasta el final .y un ajedrecista por aficion y devocion. Los Grandes no estan para regalar nada .Nos ponen celadas,picamos y luego nos cambian las reglas del juego. ( sera divertido o inquietante). Ahi queda

Lanza un sitio Web para que la gente interactúe, se relacione y entable amistad con personas que comparten un interés común. El objetivo es promover una comunidad de miembros afines. Elige temática para tu red social y dótala de funcionalidades que permitan al usuario crear su perfil, conectarse con otros integrantes de la comunidad, así como subir y compartir contenido. Tus ingresos provendrán de los anunciantes que quieran llegar a tu base de miembros.

Por fim, você também tem a capacidade de criar sua própria linha de cosméticos. Tenha em mente, no entanto, que criar sua própria linha de cosméticos é o mais difícil de entrar no negócio de cosméticos, e isso significa que você precisa para enfrentar cabeça sobre os outros concorrentes que vendem maquiagem. Mas se acontecer de você ser bem sucedido, para alcançar maiores retornos também. Para iniciar uma linha de cosméticos, é necessário fazer uma empresa, obter todas as licenças de funcionamento necessárias, e depois comprar o equipamento. Você também vai precisar de contratar especialistas que realmente fazem cosméticos de você - desde que você não pode esperar para apenas começar a misturar os pós juntos para fazer cosméticos. Você também vai precisar para criar um departamento que se concentra exclusivamente em publicidade e marketing.


Trocar visitantes usando um anel web, é uma maneira livre para aprimorar o seu marketing na web. Web rings são um sistema fechado de sites que permitem que os usuários vejam outros sites parelhos ao que eles estão lendo nos dias de hoje. Ao absorver um, você não apenas vai obter mais apresentação da troca da ligação, porém também aumentar o seu motor de pesquisa listando estatísticas.
Analisar o mercado antes de produzir conteúdo – Logicamente você terá uma ideia sobre o que escrever, mas não seria interessante validar essa ideia no mercado e entender se os seus potenciais clientes realmente se interessam por isso? Nem sempre aquilo que você pensa ser um bom conteúdo, realmente o é. Faça uma pesquisa de mercado através do Google ou através do Google Keyword Planner para entender o que o mercado realmente pesquisa.
×