O marketing da filial é essencialmente marketing de referência com uma comissão. Quando você encaminha um novo cliente para uma empresa que possui um programa de afiliados , você é pago. Por exemplo, se você é um afiliado da Amazon e recomenda um livro, e as pessoas compram esse livro por meio de seu link de afiliado, a Amazon pagará a você uma porcentagem da venda. 
Se você quiser outros exemplos, basta ver os blogs da Expedia, McDonald’s, RedBull, GoPro, entre outras empresas que usam o marketing de conteúdo como uma estratégia extremamente importante na geração de contatos e interesse sobre as marcas. É o mesmo que você imaginar uma estratégia comercial apelativa, sem vender qualquer produto. Vender sem vender.

A identidade visual da empresa. Caso já exista, por exemplo, fontes padrões, padrão de cores, manual da marca e características que estejam relacionadas à aparência da mesma. Serão essas informações que servirão como ponto inicial, para efetuar um bom planejamento de marketing de conteúdo com relação aos materiais ricos (E-books, infográficos, etc).
E não é segredo nenhum que o conteúdo é o verdadeiro combustível para as redes sociais. Pois é através dele que as empresas conseguem se tornar relevantes, compartilhando informações envolventes, não precisando oferecer somente os seus produtos o tempo todo. Porém, existe algo que muitos ainda não compreendem. Quando uma empresa define sua estratégia de marketing de conteúdo, normalmente surgem algumas perguntas: meu conteúdo realmente é bom? Quais são os conteúdos que estou postando?  Estou postando materiais voltados para novos clientes?  Vamos apresentar a vocês, os benefícios reais que o marketing de conteúdo irá trazer para a sua empresa.
Olá, quero me tornar um afiliado, aí da não tenho nem conta em nenhuma plataforma de afiliados, porém estou estudando tudo antes de começar. Porem não gosto de aparecer, estou falando sobre o YouTube, gravar vídeos não é comigo. Ainda bem que aqui tem outras formas que descobri para divulgação. Continuarei estudando o conteúdo gratuito e colocar acara a tapa para ver o que acontece. Assim se ganhar alguma coisa com a afiliação, tomara que sim, vou ter algum dinheiro para investir no seu curso que estou muito interessada. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos.
2. Relacionamento: Através do Marketing de Conteúdo, você se aproxima dos seus clientes e potenciais clientes, permitindo a construção de uma relação pautada na confiança e na interação. Ao oferecer conteúdos relevantes e realmente úteis, você permite que eles tomem decisões mais assertivas, além de mostrar-se sempre ali à disposição para o que eles precisarem ao longo da jornada. Esse é um dos segredos das empresas de sucesso nos dias de hoje, pense nisso!
This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as necessary are stored on your browser as they are essential for the working of basic functionalities of the website. We also use third-party cookies that help us analyze and understand how you use this website. These cookies will be stored in your browser only with your consent. You also have the option to opt-out of these cookies. But opting out of some of these cookies may have an effect on your browsing experience.
Por meio da mensuração é possível analisar o que pode ser otimizado, o que está funcionando e quais os próximos passos que podem ser utilizados dentro do marketing de conteúdo. Dentro das estratégias do marketing digital, é possível acompanhar em tempo real todas as métricas. E é exatamente por isso que é possível alterar de maneira rápida as estratégias que não estejam realmente funcionando. São inúmeros os KPIs para mensurar resultados, você deve escolher os principais e que façam sentido acompanhar na sua empresa.

Uma das grandes confusões em torno do tema marketing de conteúdo atrela-se ao conteúdo a produzir. Há profissionais ou empresas que acham que marketing de conteúdo significa escrever sobre o que as suas empresas fazem, as vantagens dos seus produtos, o quão fantásticas elas são, etc. Na realidade, o marketing de conteúdo é o oposto disso. É escrever sobre as dores do seu cliente, as suas dificuldades, entregar um conteúdo incrível sobre um determinado tema. Tudo isto sem pedir rigorosamente nada em troca.
Essa é uma métrica muito importante para medir o desempenho das suas postagens, afinal, o objetivo que compete somente à gestão de mídias sociais de uma empresa é gerar tráfego para outros canais específicos de geração de oportunidades de negócio. Você deve otimizar ao máximo suas postagens para que sua audiência clique cada vez mais nelas e, posteriormente, seja convertida em Leads;
Esse cenário pode assustar em um primeiro momento, a gente sabe disso, mas a realidade é simples: a sua empresa precisa estar preparada para competir pelo seu espaço nesse universo. E o marketing digital e o marketing de conteúdo surgem como duas ferramentas poderosas para garantir o seu espaço na mente e na preferência dos consumidores. Nos últimos anos, muito tem sido falado sobre o marketing de conteúdo, seus benefícios, modelos e o caminho para o sucesso. Porém, como em qualquer área, muitas também são as dúvidas, não é mesmo?
É como assar um bolo. Há diversas receitas, umas melhores que outras. Diversos ingredientes, uns caros e extravagantes e outros baratos. Algumas pessoas ficam pesquisando por um longo tempo quais as melhores formas de fazer o bolo. Mas enquanto não misturam os ingredientes e os assam, não terão o produto final para vender. Ou seja, planejar é importante, mas o que fará seu negócio em casa obter sucesso é colocar as mãos na massa e trabalhar.
Pode criar diversos grupos, cada um com um assunto diferente e com nicho super específico. Você vai oferecer um serviço de assinatura do grupo, por exemplo, R$ 5,00 para participar do grupo e receber as novidades sobre o assunto daquele grupo (notícias, cursos, novas tecnologias, sites de interesse etc.). Vai funcionar como um jornal online mantendo empreendedores, professores, estudantes etc.mega informados sobre suas áreas.
Essa é uma métrica muito importante para medir o desempenho das suas postagens, afinal, o objetivo que compete somente à gestão de mídias sociais de uma empresa é gerar tráfego para outros canais específicos de geração de oportunidades de negócio. Você deve otimizar ao máximo suas postagens para que sua audiência clique cada vez mais nelas e, posteriormente, seja convertida em Leads;
Se você criar um perfil no Instagram e outro no Facebook, os conteúdos que você publicar em cada uma dessas redes têm obrigatoriamente de ser diferentes. São público-alvo diferentes, que consomem conteúdos de formas diferentes. Por isso que é importante muitas vezes não estar presente em todas as redes, mas somente naquelas que realmente fazem sentido para os seus objetivos profissionais, sejam eles quais forem.
O marketing de conteúdo é igualmente pródigo na geração de leads orgânicos. Muitas vezes, pessoas seguem o seu trabalho, mas não compram de você. Isso acontece, em muitos casos, porque essas pessoas ainda não estão preparadas para comprar e/ou não se sentem confiantes o suficiente para tomar essa decisão. Com o marketing de conteúdo, além de você nutrir esses leads com um conteúdo relevante e que provavelmente irá ajudá-los a dissipar algumas dúvidas, você ganha uma maior confiança junto dessas pessoas, garantindo que no momento em que elas se sentirem confortáveis para comprar esse produto/serviço, elas irão lembrar-se de você e provavelmente comprar esse produto de você ou da sua empresa.

Para conhecer seu ROI o primeiro passo é saber estimar os custos e as receitas derivadas da produção do Marketing de Conteúdo na sua empresa. Esses valores podem englobar diferentes estimativas, como por exemplo: salário da equipe, horas de um funcionário alocado para criar contéudo, plataformas utilizadas para compartilhamento, mão de obra terceirizada para produção do conteúdo, Leads gerados a partir de conteúdos que posteriormente fecharam uma venda, e por aí vai. Conhecendo exatamente esse números fica mais fácil de quantificar o seu retorno. Poderíamos separar esses resultados em dois tipos de métricas.

Neste assunto existem várias coisas a levar em consideração. Costumo dizer muitas vezes para alunos meus que, ao comprar publicidade, reduzimos uma janela de tempo de seis meses para provavelmente seis dias. Quando temos um objetivo comercial, tempo é fundamental e muitas vezes o próprio cliente não quer esperar ou adotar uma estratégia de marketing de conteúdo. No entanto, quando trabalhamos com marketing de conteúdo, embora os resultados possam demorar bastante mais tempo, no longo prazo isso será bastante rentável a vários níveis, mas particularmente no Custo de Aquisição de Clientes (CAC).
Se você for aquela empresa que a ajudou em uma hora de dúvida ou indecisão, que trouxe a informação correta quando ela precisava, que esteve ali disposta a atendê-la, são grandes as chances de sua marca ser a escolhida em uma tomada de decisão de compra. E o Marketing de Conteúdo também ajuda a motivar uma venda. Quer exemplos? Que tal trabalhar cases e depoimentos de clientes? Explorar as vantagens dos seus produtos e/ou serviços em vídeos e imagens? Já pensou nisso?
Su negocio es la publicidad nunca lo olvideis.! Os lo dice un observador del comportamiento humano , del porque de las cosas , un investigador que quiere llegar hasta el final .y un ajedrecista por aficion y devocion. Los Grandes no estan para regalar nada .Nos ponen celadas,picamos y luego nos cambian las reglas del juego. ( sera divertido o inquietante). Ahi queda
Marketing de Conteúdo, se comparado com outras estratégias de marketing, é um conceito relativamente novo e vem se popularizando cada vez mais no Brasil. Nessa guia completo da RedaWeb você vai conferir o que é marketing de conteúdo, por que investir nele, números, ferramentas e como implementar na prática uma estratégia de marketing de conteúdo eficiente, para gerar mais leads e aumentar o seu faturamento.
Quando falamos de Marketing de Conteúdo, o benchmarking se torna essencial. É sempre muito importante acompanhar o que outras empresas estão fazendo, como elas se comportam nas redes sociais, como fornecem o seu conteúdo, como o seu site está construído, quais palavras-chave estão bem posicionadas, que linguagem utilizam, que materiais estão fornecendo, etc. Todos esses são pontos fundamentais na hora de pensar na sua estratégia. (Você sabia que nos planos mensais da RedaWeb você recebe um levantamento das principais palavras-chave que levam mais tráfego para o site do seu concorrente? Vale a pena conferir!)

Segmentação é o segredo – Sem uma boa segmentação da sua base de dados, principalmente por interesses, você estará basicamente a fazer como as empresas que anunciam na televisão para qualquer público. Seria o mesmo que enviar uma mensagem para qualquer pessoa, sem entender se essa pessoa está realmente interessada no assunto ou não. Sendo assim, a taxa de conversão será miserável.
Além disso, geralmente essas listas têm muitos emails que não existem ou que foram desativados. A qualidade também é ruim em termos de público-alvo, pois para “engordar” a lista e tentar fazê-la valer mais, são incluídos todos os tipos de email. Assim, entram perfis que não possuem qualquer relação com o serviço ou produto oferecido pela sua empresa.

O marketing da filial é essencialmente marketing de referência com uma comissão. Quando você encaminha um novo cliente para uma empresa que possui um programa de afiliados , você é pago. Por exemplo, se você é um afiliado da Amazon e recomenda um livro, e as pessoas compram esse livro por meio de seu link de afiliado, a Amazon pagará a você uma porcentagem da venda. 
×