Esse conceito não é estranho para você, certo? O funil de vendas é uma representação dos estágios que o seu possível cliente passa até a conclusão da compra. Dividido em três partes: topo (aprendizado e descoberta), meio (reconhecimento do problema e considerando a solução) e fundo (decisão de compra); o funil de vendas tem papel determinante para definir as estratégias de marketing de uma empresa. E com o marketing de conteúdo não é diferente. Cada etapa do funil exige conteúdos diferentes com o objetivo de que o cliente passe de uma para a outra, até chegar ao fundo.


Agora você já sabe que deixar de investir e apostar no marketing de conteúdo é tornar-se invisível diante do seu mercado-alvo. E quem irá tirar proveito dessa situação, com certeza, serão os seus concorrentes, que irão se destacar e conquistar o seu espaço. Portanto, conhecer a sua persona, desenhar uma estratégia bem estruturada e começar a colocar em prática, sempre medindo os resultados, são os primeiros passos para trilhar um caminho rumo ao sucesso.
Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.
Consegue imaginar uma empresa que, com somente 4.500 dólares ousou investir em aparelhos de barbear e concorrer com ninguém menos do que a Gillette? Pois essa foi a ideia dos fundadores desta empresa. Porém, eles optaram por fazer um atendimento personalizado aos seus clientes, um diferencial, que nenhuma das grandes empresas havia se atentado até então.
3. E-book – Quer aprofundar a abordagem sobre algum tema específico? Os e-books são ótimos aliados para tratar um assunto com mais profundidade. Servem também como ‘isca’ para capturar o e-mail do futuro lead e assim iniciar uma comunicação com ele. Para isso, você pode disponibilizar o seu e-book apenas para visitantes que preencherem um formulário contendo nome, e-mail e telefone, por exemplo.
É possível que, assim como em outros lugares do mundo, o marketing de conteúdo tenha começado de forma empírica no Brasil há muitas décadas. No entanto, o registro mais antigo dessa atividade é datado de 1954, quando a farmacêutica Tortuga, hoje pertencente à DSM, lançou o Noticiário Tortuga.[15] Em 2015, a agência brasileira New Content, que publica revistas customizadas para marcas como TAM e O Boticário, foi eleita a melhor agência de content marketing do mundo no Content Marketing Awards.[23]
Estar em uma situação de extrema dificuldade e precisa de ajuda. Por exemplo, tem uma pessoa da família que está com uma doença gravíssima e precisa fazer um tratamento caro. Existem sites na internet que permitem que você crie seu próprio site específico para receber doações. Você até pode fazer por outro motivo, mas por se tratar de doações creio que a extrema necessidade é o que seria mais honesto.
O marketing de conteúdo é igualmente pródigo na geração de leads orgânicos. Muitas vezes, pessoas seguem o seu trabalho, mas não compram de você. Isso acontece, em muitos casos, porque essas pessoas ainda não estão preparadas para comprar e/ou não se sentem confiantes o suficiente para tomar essa decisão. Com o marketing de conteúdo, além de você nutrir esses leads com um conteúdo relevante e que provavelmente irá ajudá-los a dissipar algumas dúvidas, você ganha uma maior confiança junto dessas pessoas, garantindo que no momento em que elas se sentirem confortáveis para comprar esse produto/serviço, elas irão lembrar-se de você e provavelmente comprar esse produto de você ou da sua empresa.
Planeje as ações: organize uma agenda de postagens e envolva a equipe na execução. Além de economizar, nada melhor que a própria equipe que conhece melhor as especificidades do produto e do mercado para falar muito bem sobre temas que são atraentes para seu público alvo. Assim você também consegue diluir os custos de contratação de um profissional exclusivo para redação de conteúdos. Veja nosso exemplo, aqui na Resultados Digitais, grande parte da equipe se envolve na criação de conteúdo, cada área possui um responsável pela entrega de um post mensal respeitando a agenda determinada pelo Marketing.
Se você estiver precisando de ajuda para desenhar as suas estratégias ou procurando uma agência de qualidade para desenvolver e elaborar os seus conteúdos, você está no lugar certo! Aqui na RedaWeb, nós estamos prontos para auxiliá-lo e entregar os melhores textos, de acordo com a sua persona e as suas necessidades. Vamos fazer a sua estratégia de marketing de conteúdo decolar e, juntos, alcançaremos os melhores resultados para a sua empresa.
×