Marketing de conteúdo é o pilar do inbound marketing e consiste, essencialmente, em produzir conteúdos relevantes ou de impacto extremamente positivo na sua audiência alvo, sejam conteúdos educacionais, profissionais, tutoriais ou simplesmente conteúdos de entretenimento. Seja um Gary Vaynerchuck a produzir conteúdos para atrair novos clientes para a sua agência de marketing digital, seja uma Kéfera Buchmann a produzir vídeos de entretenimento que geram visualizações e, com isso, patrocinadores e dinheiro em anúncios, marketing de conteúdo começa e termina no momento em que você produz qualquer tipo de conteúdo.

A primeira etapa do funil das mídias sociais representa o número de vezes que a sua publicação foi visualizada. Sempre procure otimizar suas publicações para que elas sejam vistas cada vez mais vezes pela sua audiência. Algumas variáveis controláveis podem aumentar as impressões da sua página e, consequentemente, aumentar o topo do seu funil, como horário e formato da publicação;
Marketing de conteúdo é o processo de criar, publicar e promover conteúdos personalizados para seu cliente[1], esse é um método de marketing que se baseia na formação de um público fiel por meio da criação e compartilhamento de conteúdo. A definição mais utilizada em âmbito global é a de autoria do estadunidense Joe Pulizzi, fundador do Content Marketing Institute:

Na próxima etapa, o meio do funil, esse possível cliente já descobriu um problema e está atrás de possíveis soluções, ou seja, um passo a mais no processo de decisão de compra. Nesse momento, o conteúdo deve se manter informativo, mas trazendo soluções sem falar demais da sua empresa. Uma boa alternativa é capturar os dados dessa pessoa, como por meio de um formulário, oferecendo algo em troca, como um e-book ou um webinar. Ao levantar esses dados, você pode iniciar um trabalho de qualificação dessa pessoa e estreitar o relacionamento.


Considere prêmios semanais ou mensais. Os visitantes continuarão de volta ao teu blog para ver de perto qual é o prêmio. Não esqueça de conservar o interesse deles, fornecendo informações importantes a respeito as quais eles querem assimilar. Esta é bem como uma legal forma de obter inscrições pro teu boletim informativo; responda-lhes que você vai notificá-los a respeito do prêmio por e-mail.
Acontece que essa nem sempre é a melhor opção: é possível dar um passo adiante e tornar esse canal de vídeos, ou media center, em um canal da sua empresa, como o próprio site. Isso é algo bem mais interessante para se posicionar como referência e evitar alguns problemas clássicos trazidos pelas plataformas gratuitas, tais como perda de atenção e publicidade de terceiros.
A consistência é fundamental porque ela cria uma rotina junto dos seus leitores. Não é à toa que a Kéfera Buchmann publica um vídeo novo todas as quintas-feiras. Além disso, criar uma pressão para produzir esses conteúdos (e não falhar com seu público) cria também uma consistência muito importante, que gera não só tráfego recorrente de leitores assíduos, mas também tráfego de novos visitantes que estão descobrindo esses conteúdos pela primeira vez.
Como isso é feito? Criar um site de conteúdo baseado na web dedicado a dicas de cabelo e as tendências de cabelo. Incluir todas as colunas e artigos sobre o cabelo que vai atrair outros gurus do cabelo para o seu site. Verifique se o seu conteúdo é repleto de informações grande. Após o seu site Web é estabelecida, entre em contato diversas lojas online de produtos de beleza e estabelecer acordos de marketing da filial. A maioria deles é feito na maioria dos casos. Isto é, se você começa com rede de empresas experientes.
Para os especialistas do marketing, o Marketing de Conteúdo "é o novo SEO e o coração do sucesso on-line". Ao produzir conteúdo, a empresa permite que as pessoas leiam ou assistam, compartilhem, tirem dúvidas e aprendam. Uma estratégia de conteúdo que gera resultados demanda uma série de fatores, como: conhecimento profundo das características, perfis, gostos e preferências do público-alvo; alinhamento com os objetivos de negócio; métricas bem definidas; diversidade de produtos, para contemplar mais possibilidades de aprendizado, via texto, imagem e som.
Essa é uma métrica muito importante para medir o desempenho das suas postagens, afinal, o objetivo que compete somente à gestão de mídias sociais de uma empresa é gerar tráfego para outros canais específicos de geração de oportunidades de negócio. Você deve otimizar ao máximo suas postagens para que sua audiência clique cada vez mais nelas e, posteriormente, seja convertida em Leads;
Na próxima etapa, o meio do funil, esse possível cliente já descobriu um problema e está atrás de possíveis soluções, ou seja, um passo a mais no processo de decisão de compra. Nesse momento, o conteúdo deve se manter informativo, mas trazendo soluções sem falar demais da sua empresa. Uma boa alternativa é capturar os dados dessa pessoa, como por meio de um formulário, oferecendo algo em troca, como um e-book ou um webinar. Ao levantar esses dados, você pode iniciar um trabalho de qualificação dessa pessoa e estreitar o relacionamento.
Desenhar uma estratégia de marketing de conteúdo é um desafio para muitos empresários. Vivemos em um mundo cada vez mais digital, isso é fato e precisa ser sempre lembrado na hora de traçar o seu planejamento. Nesse universo, as pessoas acessam informações e conteúdos das mais variadas formas, no seu tempo e de acordo com as suas necessidades. Por outro lado, novas marcas e novos produtos surgem todos os dias, todos competindo para construir uma boa imagem e entrar na cabeça dos possíveis clientes. 
×