A consistência é fundamental porque ela cria uma rotina junto dos seus leitores. Não é à toa que a Kéfera Buchmann publica um vídeo novo todas as quintas-feiras. Além disso, criar uma pressão para produzir esses conteúdos (e não falhar com seu público) cria também uma consistência muito importante, que gera não só tráfego recorrente de leitores assíduos, mas também tráfego de novos visitantes que estão descobrindo esses conteúdos pela primeira vez.
Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.
Para muitos, conseguir medir o sucesso comercial do Marketing de Conteúdo ainda é muito difícil, o que faz com que muitos profissionais de marketing se baseiem em resultados que às vezes são mais fáceis de justificar, como por exemplo, o engajamento (curtidas, compartilhamentos, retweets). Porém, empresas são negócios, e negócios precisam ter lucro, falar apenas em engajamento não vai garantir que o gestor acredite na proposta.
Se você faz artesanato, cria algo a partir de algum material, representa ou revende produtos, você pode criar um site ou blog para revender, além de oferecer aos parentes e conhecidos. Algumas ideias são bijouterias, roupas e peças de tricô, crochê, bordados, costura e consertos, roupas importadas, chinelos decorados, bolos, doces, cestas de café da manhã, etc.

Olá muito bom o conteúdo do artigos, alás todos são ótimos e muito esclarecedor.Abandonei que tinha comprado porque não de maneira clara e adquirir o FNO estou no começo ainda, mais estou muito contente com a forma bem didática como você ensina e também com o suporte técnico.Quero aprender a construir um negocio online e ter a minha audiência e depois de me estruturar, viver só disso.Essa parceria está está apenas começando.Parabens, é uma satisfação ser seu aluno, realmente você é grande mestre.
Ao pôr hiperlinks de marketing da filial em sua página do site, considere a utilização dos hotspots de publicidade. Estes acrescentam o canto superior esquerdo do seu site, o fim das tuas mensagens e até mesmo hiperlinks contextuais nas tuas mensagens. Quanto menos difícil for pras pessoas a encontrar e clicar em seus hiperlinks de afiliados, mais dinheiro você vai ganhar.
Quando comecei meus primeiros blogs lá em 2007, nada fazia prever a importância deste instrumento numa estratégia de marketing de conteúdo em 2017. Dez anos se passaram e o blog continua sendo a principal fonte de tráfego da grande maioria dos empreendedores e empresas ao redor do mundo. Se você nunca criou um blog, tenha em consideração que além de ser uma ferramenta incrível de geração de tráfego, um blog permite também que você controle suas ações e analise o comportamento dos seus potenciais clientes de uma forma incrível.

Por meio da mensuração é possível analisar o que pode ser otimizado, o que está funcionando e quais os próximos passos que podem ser utilizados dentro do marketing de conteúdo. Dentro das estratégias do marketing digital, é possível acompanhar em tempo real todas as métricas. E é exatamente por isso que é possível alterar de maneira rápida as estratégias que não estejam realmente funcionando. São inúmeros os KPIs para mensurar resultados, você deve escolher os principais e que façam sentido acompanhar na sua empresa.
Marketing de conteúdo é o processo de criar, publicar e promover conteúdos personalizados para seu cliente[1], esse é um método de marketing que se baseia na formação de um público fiel por meio da criação e compartilhamento de conteúdo. A definição mais utilizada em âmbito global é a de autoria do estadunidense Joe Pulizzi, fundador do Content Marketing Institute:
Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.
Geralmente, criar ferramentas exige uma infraestrutura um pouco maior, pois você vai precisar contar com a ajuda de um profissional que saiba de programação. Em compensação, dificilmente sua ferramenta será copiada, já que é mais complicado reproduzir esse tipo de conteúdo do que um post, por exemplo. Isso torna as ferramentas uma bela forma de diferenciação.

Discordo completamente de quem pensa isto. O e-mail marketing continua sendo uma das principais fontes de conversão em vendas das minhas ações de marketing digital e é uma ferramenta extremamente poderosa de persuasão, comunicação e conversão. Naturalmente, uma boa estratégia de e-mail marketing prevê uma boa segmentação do público-alvo. Tal como em qualquer outra ação de marketing digital, a segmentação é o segredo para a conversão. Não faz sentido enviar um conteúdo sobre programas de afiliados para um subscritor que está interessado em saber como criar um blog. Essa segmentação é fundamental para que os resultados sejam realmente eficazes.
A criação de e-books é outra forma interessante de colocar o marketing de conteúdo a trabalhar a seu favor. Imagine por exemplo que você escreve 30 artigos no seu blog e que 10 desses artigos estão relacionados a um único tema. Você poderá facilmente compilar esses 10 artigos num e-book, ajustar os textos, dar uma revisada e publicar um e-book prático que os seus potenciais clientes possam descarregar. Naturalmente, isso é uma excelente forma de geração de leads e potenciais contatos que poderá posteriormente nutrir por meio de uma estratégia de e-mail marketing , passando-s de leads a clientes da sua empresa/negócio. Quem faz muito bem isso é a HubSpot e a SocialBakers, que estão constantemente lançando pequenos e-books sobre determinadas temáticas, com uma estratégia clara de captação de leads. Assim, você também poderá investir um pouco mais de tempo e criar algo realmente único. Isso então seria fantástico!
7. Aumentar as suas vendas. E esse é o objetivo de toda empresa, não é mesmo? Trazer mais vendas, o que aumenta também o faturamento e os lucros do seu negócio. E aqui o Marketing de Conteúdo também desempenha papel fundamental. No momento em que precisam de um novo produto e/ou serviço, as pessoas tendem a se lembrar das marcas que estiveram ao seu lado em todos os momentos.
É aqui que o marketing de conteúdo entra. Produzir conteúdos para as redes sociais não necessariamente significa entretenimento. As redes sociais são hoje utilizadas como principal meio de comunicação quando o objetivo é consumir conteúdo, encontrar informação ou simplesmente divertir-se. A sua presença e o seu posicionamento nas redes sociais deverá refletir aquilo que você pretende alcançar em sua via profissional, ou seja, se você tiver uma presença profissional, compartilhar conteúdos profissionais, escrever conteúdos interessantes que ajudem a sua audiência, etc., isso irá dar a você um posicionamento profissional nessa área de negócio.
Nessa área do marketing, a boa notícia é que é possível fazer testes e mudar a estratégia com relativa rapidez. Então, o segredo é sempre mensurar o que você está fazendo e quando os números não estiverem interessantes, talvez seja a hora de testar algo novo. Aquele post no Facebook não teve o engajamento esperado, que tal mudar a chamada ou a imagem? E aquele post no blog não foi tão acessado? De repente mudando o título ou revisando as palavras-chave escolhidas os indicadores melhorem. E, claro, não esqueça de sempre acompanhar o que os outros estão fazendo. O famoso Benchmarking. Falaremos melhor dele na sequência.

O autor Hugh Hewitt estava coberto de razão em sua obra “Blog: Entenda a Revolução: o século XXI é o século da Internet”. Em 2007, quando a obra foi lançada, a produção de conteúdo ainda não havia alavancado com tanta força como hoje. Limitações técnicas, como baixa velocidade oferecida pelos provedores, conexões à internet menos acessíveis às massas ...
O marketing da filial é uma fantástica maneira de receber dinheiro de casa. Pode ser um bom emprego a tempo parcial, ou mesmo tornar-se a sua principal referência de rendimento. Este artigo contém muitas sugestões rápidas e fáceis que definitivamente farão do teu blog um sucesso. Aplique estas dicas pra aumentar visivelmente os lucros de seus programas de afiliados.
Madre mía David que rato llevo leído todo y super interesante llevo tiempo queriendo lanzarme a este mundillo para sacarme algún dinerillo pero siempre lo dejo colgado me quedo atascada pensando, No soy nada creativa y pienso pienso pienso pero no sé ni por dónde empezar pero tú me has ayudado mucho espero que esta vez sea la definitiva y me lance a la piscina gracias
×