Nos dias de hoje, é de grande importância ter conteúdos relevantes, de qualidade, envolventes e que tenham a devida importância para um bom planejamento dentro de uma estratégia de marketing digital. Porém, o que a maioria das pessoas não se recorda, é que nem todos nasceram com o “dom” de escrever bons textos. O que é extremamente natural, e pode ser desenvolvido através da prática.
Tenho a intenção em abrir um e-commerce, mas nem sei por onde começar. Você poderia me dar uma orientação quanto a isso? Eu sou designer de moda, e no caso, abriria uma loja virtual para vender roupas. Lá em cima você mencionou os tópicos abaixo, que seriam o passo-a-passo para poder empreender desta forma, mas não sei a quem abordar/contratar! Como faço, por favor? Obrigada desde ja 🙂
Se imaginarmos um blog de uma empresa, que gera 50.000 visitas orgânicas por mês, estamos falando de um potencial de aquisição de clientes incrível, por um custo extremamente reduzido. Embora a publicidade muitas vezes signifique um investimento alto, é necessário considerar também que o marketing de conteúdo tem um custo. Pensar, idealizar, produzir, editar, revisar e publicar um conteúdo ou vários conteúdos também tem um custo. Esse custo normalmente está associado a uma pessoa: a pessoa que produziu esse conteúdo. Mas esse custo existe.
Que software você está usando? Equipe de seu host de apoio terá informações sobre o software que você está usando. Por exemplo, eles vão pedir-lhe que tipo de sistema que você está usando em seu computador. É um fato bem conhecido que certos aplicativos não funcionam bem em determinados sistemas. Certifique-se de dar todos os detalhes relevantes sobre os serviços ou aplicações que você usa.
Responsabilidade e atribuição de tarefas – Costuma-se dizer que “um cão com dois donos passa fome”. Isso acontece porque cada um dos donos acha que o outro fez o trabalho de alimentar o cão. Isto significa que se não existir alguém responsável pela tarefa de produção de conteúdo, seja ela gravar um vídeo ou escrever um texto para o blog, essa tarefa não vai ser cumprida. Simples assim.

Existem determinados parâmetros utilizados para determinar a autoridade de um site. Mas, alguns conquistam um peso mais significativo dentro do SEO. O Google utiliza centenas de fatores na hora de escolher um site ou outro para ranquear melhor. Alguns fatores são conhecidos de todos os profissionais do ramo, mas vários deles somente o Google tem acesso.
Tal como aconteceu com as Mídias Sociais, agora o Marketing de Conteúdo já deixou para trás o estágio de encantamento, passando para um momento diferente onde precisa provar o seu ROI (Retorno sobre o Investimento). Essa prova é sem dúvida um dos grandes desafios de qualquer profissional de marketing: quanta receita o Marketing de Conteúdo pode trazer.
2.	Relacionamento: Através do Marketing de Conteúdo, você se aproxima dos seus clientes e potenciais clientes, permitindo a construção de uma relação pautada na confiança e na interação. Ao oferecer conteúdos relevantes e realmente úteis, você permite que eles tomem decisões mais assertivas, além de mostrar-se sempre ali à disposição para o que eles precisarem ao longo da jornada. Esse é um dos segredos das empresas de sucesso nos dias de hoje, pense nisso!

Olá, quero me tornar um afiliado, aí da não tenho nem conta em nenhuma plataforma de afiliados, porém estou estudando tudo antes de começar. Porem não gosto de aparecer, estou falando sobre o YouTube, gravar vídeos não é comigo. Ainda bem que aqui tem outras formas que descobri para divulgação. Continuarei estudando o conteúdo gratuito e colocar acara a tapa para ver o que acontece. Assim se ganhar alguma coisa com a afiliação, tomara que sim, vou ter algum dinheiro para investir no seu curso que estou muito interessada. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos.

A grande vantagem do marketing de conteúdo é que, dependendo do tipo de conteúdo que você escreve, ele pode gerar um tráfego orgânico perpétuo ao longo do tempo, o que significa atrair potenciais clientes para o seu negócio ao longo de vários meses ou anos. Imagine publicar 30 artigos no site da sua empresa ou no seu blog pessoal, que possam atrair mensalmente 5 a 10 novos clientes todos os meses. O custo de aquisição de cada um desses clientes, ao longo do tempo, irá reduzir drasticamente, porque o seu investimento já foi realizado lá no início quando você produziu a peça de conteúdo, entendeu?
Criar conteúdo de sucesso para as redes sociais, seja por meio de vídeos, posts ou links que levem os consumidores até o seu site, é essencial para que as pessoas conheçam melhor a sua marca. Em muitos casos, você consegue alcançar um público que antes nem ao menos imaginava que pudesse se interessar pelo seu tipo de negócio. E, o melhor, com um post de sucesso nas redes sociais, os consumidores podem até mesmo virar fãs da sua marca.
Para o marketing da filial para casa Internet negócio, ter um negócio próprio não é mesmo realmente uma exigência. Se você é louco por produtos de cabelo, você pode ganhar a vida vendendo produtos de cabelo, sem ter que receber ordens ou produtos de estoque. É isso que eu estou falando. Nenhum produto de lotação em sua garagem, recebendo ordens e tudo o mais associado a uma empresa típica.
Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.
Outro grande pilar do Marketing de Conteúdos é a criação e difusão de peças gráficas nos blogs e nas redes sociais. Tais conteúdos se encontram entre os mais compartilhados em Social Media já que são muito mais atraentes visualmente. Entre os conteúdos que podemos criar, podemos incluir infográficos, criar GIFs, usar fotografias, ilustrações e imagens com texto.
Ele é o co-fundador da NP Digital. O The Wall Street Journal o considera como influenciador top na web. A Forbes diz que ele está entre os 10 melhores profissionais de marketing e a Enterpreuner Magazine diz que ele criou uma das 100 empresas mais brilhantes do mercado. O Neil é um autor best-seller do New York Times e foi reconhecido como um dos 100 melhores empreendedores até 30 anos pelo presidente Obama e como um dos 100 melhores até 35 anos pelas Nações Unidas.
É preciso inovar no tipo de comunicação que a sua marca irá manter com sua audiência. É preciso compreender quais são os hábitos de consumo de seus potenciais clientes, conseguindo, dessa maneira, criar uma relação mais estreita com seus consumidores. A utilização desse tipo de mídia é peça chave para estratégias de marketing de conteúdo da atualidade.
De hecho ya veo etiquetas de google , y como empiezan a ocultar páginas webs ,si compañeros empiezan a ocultar paginas webs, o sea que puede suceder en 10 años .? Internet seguira creciendo mas y mas ,pero las webs como las conocemos ,tenderan a desaparecer, o abra otro cambio radical y reciclandose todos a marchas forzadas .Ya subi un video que hablo de ello al respecto , lo podreis encontrar en mi canal de Youtube , Sifran web y sem
Em terceiro lugar, os serviços de email estão ficando mais inteligentes. Há uma boa chance de muitos usuários marcarem sua mensagem como spam e, ao fazerem isso, a reputação da empresa fica prejudicada. Dessa forma, os próximos envios têm grandes chances de cair direto na caixa de spam, e mesmo as pessoas que gostariam de receber algo da sua empresa não verão o seu email.
Lanza un sitio Web para que la gente interactúe, se relacione y entable amistad con personas que comparten un interés común. El objetivo es promover una comunidad de miembros afines. Elige temática para tu red social y dótala de funcionalidades que permitan al usuario crear su perfil, conectarse con otros integrantes de la comunidad, así como subir y compartir contenido. Tus ingresos provendrán de los anunciantes que quieran llegar a tu base de miembros.

Se você for aquela empresa que a ajudou em uma hora de dúvida ou indecisão, que trouxe a informação correta quando ela precisava, que esteve ali disposta a atendê-la, são grandes as chances de sua marca ser a escolhida em uma tomada de decisão de compra. E o Marketing de Conteúdo também ajuda a motivar uma venda. Quer exemplos? Que tal trabalhar cases e depoimentos de clientes? Explorar as vantagens dos seus produtos e/ou serviços em vídeos e imagens? Já pensou nisso?


5. Estar presente de diversas formas na vida do seu cliente. O bom do Marketing de Conteúdo é que ele traz diversas formas de interagir e entregar conteúdo de qualidade às pessoas: blogs, redes sociais, e-mail marketing, SEO, e-books, webinars, podcasts e por aí vai. Ou seja, você tem múltiplas possibilidades de impactar e estar presente no dia a dia do seu público-alvo.
A grande vantagem do marketing de conteúdo é que, dependendo do tipo de conteúdo que você escreve, ele pode gerar um tráfego orgânico perpétuo ao longo do tempo, o que significa atrair potenciais clientes para o seu negócio ao longo de vários meses ou anos. Imagine publicar 30 artigos no site da sua empresa ou no seu blog pessoal, que possam atrair mensalmente 5 a 10 novos clientes todos os meses. O custo de aquisição de cada um desses clientes, ao longo do tempo, irá reduzir drasticamente, porque o seu investimento já foi realizado lá no início quando você produziu a peça de conteúdo, entendeu?
Ao pôr hiperlinks de marketing da filial em sua página do site, considere a utilização dos hotspots de publicidade. Estes acrescentam o canto superior esquerdo do seu site, o fim das tuas mensagens e até mesmo hiperlinks contextuais nas tuas mensagens. Quanto menos difícil for pras pessoas a encontrar e clicar em seus hiperlinks de afiliados, mais dinheiro você vai ganhar.
6. Trazer conteúdo relevante para nutrir os leads. Conteúdo de qualidade é muito importante para nutrir o seu público-alvo e, para isso, uma estratégia forte e estruturada faz a diferença. Para desenhar essa nutrição de leads, aproveite todos os canais que estão à sua disposição: redes sociais, landing pages, e-mail marketing, SEO, entre muitos outros. E qual a melhor forma de alimentar esses canais? Com materiais desenvolvidos pensando no seu público-alvo, na persona, nas suas dificuldades, dúvidas e dores.
Quando comecei meus primeiros blogs lá em 2007, nada fazia prever a importância deste instrumento numa estratégia de marketing de conteúdo em 2017. Dez anos se passaram e o blog continua sendo a principal fonte de tráfego da grande maioria dos empreendedores e empresas ao redor do mundo. Se você nunca criou um blog, tenha em consideração que além de ser uma ferramenta incrível de geração de tráfego, um blog permite também que você controle suas ações e analise o comportamento dos seus potenciais clientes de uma forma incrível.

As redes sociais são o local correto para criar interações com outras pessoas. Ao contrário do mundo real, onde provavelmente você tem vergonha de abordar uma outra pessoa para falar com ela sobre qualquer assunto trivial, nas redes sociais você consegue fazer isso sem ter de passar por essa sensação. E as redes sociais são ótimas para criar interações com outros profissionais, estabelecer ligações, etc. Essas interações geram uma maior confiança em você e no seu trabalho e isso naturalmente gera maior interação e por aí adiante.


Marketing de conteúdo é o pilar do inbound marketing e consiste, essencialmente, em produzir conteúdos relevantes ou de impacto extremamente positivo na sua audiência alvo, sejam conteúdos educacionais, profissionais, tutoriais ou simplesmente conteúdos de entretenimento. Seja um Gary Vaynerchuck a produzir conteúdos para atrair novos clientes para a sua agência de marketing digital, seja uma Kéfera Buchmann a produzir vídeos de entretenimento que geram visualizações e, com isso, patrocinadores e dinheiro em anúncios, marketing de conteúdo começa e termina no momento em que você produz qualquer tipo de conteúdo.
En cuanto al dropshipping, necesitas una tienda online donde directamente los clientes te compran a ti (con la logística que eso conlleva) y tú comprarás los productos directamente al mayorista que es quien se los envía al cliente en el nombre de tu tienda por lo que no tendrás que preocuparte de envíos ni del stock. Aquí en definitiva es como si fuera una tienda online donde solo te tienes que ocupar de vender y según el acuerdo que tengas con los proveedores podrás ganar más o menos dinero.
×