Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.
Se imaginarmos um blog de uma empresa, que gera 50.000 visitas orgânicas por mês, estamos falando de um potencial de aquisição de clientes incrível, por um custo extremamente reduzido. Embora a publicidade muitas vezes signifique um investimento alto, é necessário considerar também que o marketing de conteúdo tem um custo. Pensar, idealizar, produzir, editar, revisar e publicar um conteúdo ou vários conteúdos também tem um custo. Esse custo normalmente está associado a uma pessoa: a pessoa que produziu esse conteúdo. Mas esse custo existe.
Tenho a intenção em abrir um e-commerce, mas nem sei por onde começar. Você poderia me dar uma orientação quanto a isso? Eu sou designer de moda, e no caso, abriria uma loja virtual para vender roupas. Lá em cima você mencionou os tópicos abaixo, que seriam o passo-a-passo para poder empreender desta forma, mas não sei a quem abordar/contratar! Como faço, por favor? Obrigada desde ja 🙂
Em terceiro lugar, os serviços de email estão ficando mais inteligentes. Há uma boa chance de muitos usuários marcarem sua mensagem como spam e, ao fazerem isso, a reputação da empresa fica prejudicada. Dessa forma, os próximos envios têm grandes chances de cair direto na caixa de spam, e mesmo as pessoas que gostariam de receber algo da sua empresa não verão o seu email.
1. Blogs – Uma excelente forma de trazer conteúdos relevantes para a sua persona sobre os mais diferentes assuntos. O ponto forte do blog é que todos os materiais ali veiculados podem ser replicados em outros locais, como nas redes sociais, o que facilita o seu poder de penetração. (E claro que você pode contar com a RedaWeb, que é especialista na produção de conteúdo para blogs)
1. Blogs – Uma excelente forma de trazer conteúdos relevantes para a sua persona sobre os mais diferentes assuntos. O ponto forte do blog é que todos os materiais ali veiculados podem ser replicados em outros locais, como nas redes sociais, o que facilita o seu poder de penetração. (E claro que você pode contar com a RedaWeb, que é especialista na produção de conteúdo para blogs)
Analisar o mercado antes de produzir conteúdo – Logicamente você terá uma ideia sobre o que escrever, mas não seria interessante validar essa ideia no mercado e entender se os seus potenciais clientes realmente se interessam por isso? Nem sempre aquilo que você pensa ser um bom conteúdo, realmente o é. Faça uma pesquisa de mercado através do Google ou através do Google Keyword Planner para entender o que o mercado realmente pesquisa.
Em 2014, o Content Marketing Institute estendeu para o Brasil o estudo Content Marketing no Brasil – Benchmarks, Orçamentos e Tendências, realizado a cada dois anos no País. Em 2015, foi feito o Primeiro Estudo de Content Marketing da América Latina, com os primeiros dados concretos sobre como as empresas trabalham a estratégia na região. O relatório mostrou que 98% usavam o Marketing de Conteúdo para promover seus produtos e que 56% das empresas entrevistadas preferem as redes sociais como meio para fazer suas divulgações.[24] Em 2016, foram feitos estudos comparativos realizados no sul do país sobre marketing digital.[25]

Otimo trabalho Alex e sua equipe, vocês são feras! Sou aluna e praticante de todas as técnicas que você ensina, graças ao seu curso consegui criar a minha estrutura e me abriu um mundo de oportunidades… ainda tenho muita estrada pela frente, mas sou muito confiante… o nosso Brasil precisa de gente como você! Pessoa simples, humilde e de grande potencial, parabéns querido, continue assim! Que Deus abençoe todos os seus passos . Sempre!
Esse conceito não é estranho para você, certo? O funil de vendas é uma representação dos estágios que o seu possível cliente passa até a conclusão da compra. Dividido em três partes: topo (aprendizado e descoberta), meio (reconhecimento do problema e considerando a solução) e fundo (decisão de compra); o funil de vendas tem papel determinante para definir as estratégias de marketing de uma empresa. E com o marketing de conteúdo não é diferente. Cada etapa do funil exige conteúdos diferentes com o objetivo de que o cliente passe de uma para a outra, até chegar ao fundo.
É como assar um bolo. Há diversas receitas, umas melhores que outras. Diversos ingredientes, uns caros e extravagantes e outros baratos. Algumas pessoas ficam pesquisando por um longo tempo quais as melhores formas de fazer o bolo. Mas enquanto não misturam os ingredientes e os assam, não terão o produto final para vender. Ou seja, planejar é importante, mas o que fará seu negócio em casa obter sucesso é colocar as mãos na massa e trabalhar.
Se precisar exemplifique, mostre como fica mais fácil ser reconhecido como uma autoridade em um assunto quando você produz conteúdos autorais e de qualidade, apresente casos de grandes referências que chegaram lá por produzir conteúdo. No blog do RD Station, temos uma série de exemplos de clientes onde trazemos alguns casos muito legais, confira nesse link onde comentamos casos de clientes que criaram conteúdos ricos de maneira fácil e que deram resultado, uma mãozinha a mais para você demonstrar de maneira prática que o Marketing de Conteúdo gera resultado.
Are you a successful blogger who wants to run ads on your site and earn a healthy commission? Or do you want to sign up (and pay) for a program or network of affiliate marketers like Stack That Money where you can supposedly learn from those affiliate marketing veterans who are moving around constantly from vertical to vertical and tactic to tactic?

Tal como aconteceu com as Mídias Sociais, agora o Marketing de Conteúdo já deixou para trás o estágio de encantamento, passando para um momento diferente onde precisa provar o seu ROI (Retorno sobre o Investimento). Essa prova é sem dúvida um dos grandes desafios de qualquer profissional de marketing: quanta receita o Marketing de Conteúdo pode trazer.

2. Juntando diretórios internet. Quando os diretórios internet já não são tão amplamente utilizados como motores de busca, algumas pessoas fazem uso deles. É importante que você não negligencie os clientes em potencial que estes diretórios pode trazer para o seu site. Para aderir a um diretório de internet, você terá que submeter seu site para aprovação, e você vai ser categorizados de acordo.


Ao longo dos últimos 10 anos, já escrevi mais de 5.000 artigos em sites e blogs. Uma das coisas que aprendi com esta experiência é que a consistência é fundamental para atingir bons resultados no médio/longo prazo. Isso significa publicar novos conteúdos em seu blog com alguma frequência. Naturalmente, não existe uma regra definida para isso, então você poderá escrever um post por semana, dois posts por semana ou um post por dia. Você decide como prefere fazer, tendo em consideração que você precisa conseguir realizar esse trabalho sem complicar sua agenda.
1. Autoridade e visibilidade: Todo mundo quer ser encontrado por seus clientes na internet, não é mesmo? Hoje, a web é a principal fonte de informação para muitas pessoas. Ao produzir conteúdos relevantes e que vêm ao encontro das necessidades e objetivos da sua audiência, você facilita esse processo, conquista autoridade naquele assunto, tornando-se uma importante fonte de referência, e ganha visibilidade no mercado. Tudo o que a sua empresa deseja e precisa, correto?
Trocar visitantes usando um anel web, é uma maneira livre para aprimorar o seu marketing na web. Web rings são um sistema fechado de sites que permitem que os usuários vejam outros sites parelhos ao que eles estão lendo nos dias de hoje. Ao absorver um, você não apenas vai obter mais apresentação da troca da ligação, porém também aumentar o seu motor de pesquisa listando estatísticas.

Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.
×