Olá muito bom o conteúdo do artigos, alás todos são ótimos e muito esclarecedor.Abandonei que tinha comprado porque não de maneira clara e adquirir o FNO estou no começo ainda, mais estou muito contente com a forma bem didática como você ensina e também com o suporte técnico.Quero aprender a construir um negocio online e ter a minha audiência e depois de me estruturar, viver só disso.Essa parceria está está apenas começando.Parabens, é uma satisfação ser seu aluno, realmente você é grande mestre.


Um blog bem estruturado, com um bom SEO e um conteúdo realmente relevante pode gerar um tráfego incrível a longo prazo e dessa forma atrair potenciais novos clientes para o seu negócio, seja ele qual for. Se você está vendendo cursos online, tem uma empresa de marketing digital ou simplesmente trabalha com consultoria empresarial, um blog é uma ferramenta incrível para encontrar novos clientes, conforme falei anteriormente.
A chave para ter sucesso para marketing afiliado negócio home do Internet é simplesmente continuar a aumentar o tráfego para seu site. Os hits mais em seu site, mais chances você tem de ganhar lucrar com as compras feitas por meio de links em seu site. Promover o seu site Web, escrevendo artigos que contenham palavras-chave adequadas e instituindo um boletim para os assinantes seriam formas promissoras para atrair os navegadores para o seu site.
Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.
Quando pensamos em fazer um canal de vídeos como estratégia de Marketing de Conteúdo, é bem comum já vir à nossa cabeça um canal em plataformas gratuitas de massa, como Youtube, Vimeo e Daily Motion. E aproveitar a audiência que esses canais possuem de fato é algo atrativo, principalmente quando estamos com o objetivo de atrair visitantes para o site.
Se você tem uma empresa de arquitetura, por exemplo, você poderá falar de vários assuntos relacionados com arquitetura, design, design de produto, design de interiores, etc. Se você tem uma agência de Marketing Digital, por exemplo, você poderá falar sobre E-Commerce, Redes Sociais, UX/UI, Mobile, entre outros assuntos. Diversificação não só é fundamental, como ajuda você a ter a ideias para novos conteúdos a publicar.
O infográfico como estratégia de Marketing de Conteúdo pode ser tão eficiente como material rico porque facilitam a leitura através de informações visuais, principalmente quando há muitos dados numéricos ou é necessário explicar algum processo com um passo a passo. Além disso, podem atrair mais Leads porque costumam exigir menos tempo do que ler um eBook ou assistir a um Webinar, por exemplo.
E não adianta, o boca a boca ainda é muito forte e importante para empresas de todos os portes. Cada pessoa que indica o seu produto e/ou serviço para outras gera muitos leads que, provavelmente, irão procurar o seu negócio quando sentirem necessidade. E aqui o Marketing de Conteúdo é determinante, tanto para criar defensores da marca, quanto para estar preparado para nutrir e desenvolver a confiança das pessoas para as quais eles indicarem o seu negócio.
3. E-book – Quer aprofundar a abordagem sobre algum tema específico? Os e-books são ótimos aliados para tratar um assunto com mais profundidade. Servem também como ‘isca’ para capturar o e-mail do futuro lead e assim iniciar uma comunicação com ele. Para isso, você pode disponibilizar o seu e-book apenas para visitantes que preencherem um formulário contendo nome, e-mail e telefone, por exemplo.
Decida como você vai promover os produtos afiliados. Como mencionado, a maneira mais fácil é através de um site ou blog . Outros profissionais de marketing de afiliação bem-sucedidos configuram uma página do Google Squeeze projetada para criar uma lista de e-mails e, em seguida, promovem produtos afiliados aos assinantes. Naturalmente, sua lista deve fornecer outras informações não relacionadas a vendas, pois as pessoas não querem ser vendidas o tempo todo. Alguns afiliados não usam um site, e usam mídias sociais como Facebook, Instagram ou Twitter. Muitos comerciantes da filial usam uma combinação de várias táticas de marketing.

Logicamente, o marketing de conteúdo inclui também diversas coisas que você não deve fazer. Já falei anteriormente sobre várias das coisas que deve evitar quando trabalha os seus conteúdos e principalmente quando monta uma estratégia de divulgação dos mesmos, no entanto, é importante relembrar alguns princípios básicos do marketing de conteúdo e erros que podem ser facilmente evitados:
Geralmente, criar ferramentas exige uma infraestrutura um pouco maior, pois você vai precisar contar com a ajuda de um profissional que saiba de programação. Em compensação, dificilmente sua ferramenta será copiada, já que é mais complicado reproduzir esse tipo de conteúdo do que um post, por exemplo. Isso torna as ferramentas uma bela forma de diferenciação.
Logicamente, o marketing de conteúdo inclui também diversas coisas que você não deve fazer. Já falei anteriormente sobre várias das coisas que deve evitar quando trabalha os seus conteúdos e principalmente quando monta uma estratégia de divulgação dos mesmos, no entanto, é importante relembrar alguns princípios básicos do marketing de conteúdo e erros que podem ser facilmente evitados:
Criar conteúdo de sucesso para as redes sociais, seja por meio de vídeos, posts ou links que levem os consumidores até o seu site, é essencial para que as pessoas conheçam melhor a sua marca. Em muitos casos, você consegue alcançar um público que antes nem ao menos imaginava que pudesse se interessar pelo seu tipo de negócio. E, o melhor, com um post de sucesso nas redes sociais, os consumidores podem até mesmo virar fãs da sua marca.
O conceito de persona: Em primeiro lugar, você precisa definir a sua persona. Você deve estar se perguntando: por quê? A resposta é muito simples, o Marketing de Conteúdo é centrado no cliente (ou possível cliente) da sua marca. Dessa forma, você deve conhecer essa pessoa a fundo, seus hábitos, comportamentos, necessidades, dúvidas e o que ela realmente procura de informação e conteúdo para ajudá-la no seu dia a dia. É aqui que entra a persona!
Are you a successful blogger who wants to run ads on your site and earn a healthy commission? Or do you want to sign up (and pay) for a program or network of affiliate marketers like Stack That Money where you can supposedly learn from those affiliate marketing veterans who are moving around constantly from vertical to vertical and tactic to tactic?
×