Consegue imaginar uma empresa que, com somente 4.500 dólares ousou investir em aparelhos de barbear e concorrer com ninguém menos do que a Gillette? Pois essa foi a ideia dos fundadores desta empresa. Porém, eles optaram por fazer um atendimento personalizado aos seus clientes, um diferencial, que nenhuma das grandes empresas havia se atentado até então.
Ofrece un servicio de enseñanza virtual. Existen dos posibilidades: una consiste en permitir a los usuarios sugerir y votar para elegir el curso según sus intereses. Cuando haya suficientes solicitudes organiza el curso o taller en línea. La otra es ofrecer la posibilidad de que los usuarios lancen una pregunta que será respondida por un experto o que busquen a alguien que los capacite; en este caso se cobra por intermediación.
Agora você já sabe que deixar de investir e apostar no marketing de conteúdo é tornar-se invisível diante do seu mercado-alvo. E quem irá tirar proveito dessa situação, com certeza, serão os seus concorrentes, que irão se destacar e conquistar o seu espaço. Portanto, conhecer a sua persona, desenhar uma estratégia bem estruturada e começar a colocar em prática, sempre medindo os resultados, são os primeiros passos para trilhar um caminho rumo ao sucesso.
Por fim, você também tem a capacidade de criar sua própria linha de cosméticos. Tenha em mente, no entanto, que criar sua própria linha de cosméticos é o mais difícil de entrar no negócio de cosméticos, e isso significa que você precisa para enfrentar cabeça sobre os outros concorrentes que vendem maquiagem. Mas se acontecer de você ser bem sucedido, para alcançar maiores retornos também. Para iniciar uma linha de cosméticos, é necessário fazer uma empresa, obter todas as licenças de funcionamento necessárias, e depois comprar o equipamento. Você também vai precisar de contratar especialistas que realmente fazem cosméticos de você - desde que você não pode esperar para apenas começar a misturar os pós juntos para fazer cosméticos. Você também vai precisar para criar um departamento que se concentra exclusivamente em publicidade e marketing.

Olá, quero me tornar um afiliado, aí da não tenho nem conta em nenhuma plataforma de afiliados, porém estou estudando tudo antes de começar. Porem não gosto de aparecer, estou falando sobre o YouTube, gravar vídeos não é comigo. Ainda bem que aqui tem outras formas que descobri para divulgação. Continuarei estudando o conteúdo gratuito e colocar acara a tapa para ver o que acontece. Assim se ganhar alguma coisa com a afiliação, tomara que sim, vou ter algum dinheiro para investir no seu curso que estou muito interessada. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos.

Como pode ver pela lista, há muito o que fazer quando o tema é marketing de conteúdo. Mas você precisará definir uma estratégia para cada um desses conteúdos, uma vez que não bastará produzir um texto para o seu blog, publicar um vídeo no Youtube ou fazer um post no Facebook. É preciso você entender como cada um desses formatos de conteúdo funciona, onde divulgar, como divulgar e, acima de tudo, como amplificar a sua mensagem para ela chegue ao maior número de pessoas possível.
Responsabilidade e atribuição de tarefas – Costuma-se dizer que “um cão com dois donos passa fome”. Isso acontece porque cada um dos donos acha que o outro fez o trabalho de alimentar o cão. Isto significa que se não existir alguém responsável pela tarefa de produção de conteúdo, seja ela gravar um vídeo ou escrever um texto para o blog, essa tarefa não vai ser cumprida. Simples assim.
Os autores propõem, uma nova abordagem para o marketing de conteúdo, na qual os departamentos de marketing deixam de ser um mero suporte para vendas e se transformem em geradores de receita. Embora poucas empresas até agora tenham conseguido atuar dessa maneira — como Lego, Red Bull e Disney —, o livro prevê que o modelo de negócios de empresas de mídia, produtos e serviços seja hoje muito parecido. Isso significa que empresas de mídia possam vender produtos ou serviços, bem como empresas de produtos ou serviços possam monetizar seus públicos. Joe Pulizzi, um dos autores, explicou o propósito apresentado no livro da seguinte maneira:
Many, if not all, of the websites in the collection and elements incorporated into the websites (e.g., photographs, articles, graphical representations) are protected by copyright. You are responsible for deciding whether your use of the items in this collection is legal. You are also responsible for securing any permissions needed to use the items. You will need written permission from the copyright owners of materials not in the public domain for distribution, reproduction, or other use of protected items beyond that allowed by fair use or other statutory exemptions. Some content may be protected under international law. You may also need permission from holders of other rights, such as publicity and/or privacy rights.
×