David! Me alegra mucho saber que hay gente como tú, que comparten las ideas y sus consejos, son de mucha ayuda para cada quien que está por empezar su propio negocio. Empezar algo nuevo nunca es fácil y más si la persona no se siente segura de si mismo por eso lo mejor antes de empezar algo es leer mucho, articulos como este, bucar información, reflexionar y estar en paz con uno mismo, saber tus miedos y deseos y metas. En cualquier caso, el primero paso es liberarte de todos los miedos o más bien sintómas que afectan la sociedad que nos dice que no podemos, que no estamos listos. Por que lo dicen? Por que son afectados por el ¨vírus¨- Falta De Seguridad Financiera! En serio! Gracias una vez más!
Divulgação: Visando sempre pela transparência, ética e honestidade com todos os leitores e usuários do site, os links contidos nessa página são referências e indicações que, sem nenhum custo adicional para você, eu posso vir a receber uma pequena comissão. Saiba que eu só recomendo ferramentas e recursos de aprendizado que eu pessoalmente usei ou estudei, e acredito que sejam genuinamente úteis, e não por causa das pequenas comissões que eu posso receber. Acima de tudo, eu nunca advogaria por comprar algo que você não pode pagar ou que ainda não esteja pronto para implementar.
Por ejemplo, imaginemos que creas una tienda online de zapatillas y te creas una cuenta de afiliado en amazon con el identificador «zapatos». Pues en tu tienda online pones los artículos enlazados hacia Amazon pero en la url debe aparecer el id «zapatos». Por cada producto que amazon venda gracias a tus enlaces te llevarás una comisión (que dependerá del precio y del tipo de producto).

Madre mía David que rato llevo leído todo y super interesante llevo tiempo queriendo lanzarme a este mundillo para sacarme algún dinerillo pero siempre lo dejo colgado me quedo atascada pensando, No soy nada creativa y pienso pienso pienso pero no sé ni por dónde empezar pero tú me has ayudado mucho espero que esta vez sea la definitiva y me lance a la piscina gracias
Actualmente no estamos ofreciendo servicios de asesoría personalizada pero te comento que, de cara a Sept/Oct, lanzaremos un training gratuito con acceso a un curso premium que podría ser de tu interés. Te recomiendo que te suscribas a nuestra newsletter (si aún no lo has hecho 😉 ) que por ahí informaremos de todo, llegado el momento. Un saludo!!!

Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.
Muitas empresas criam ferramentas simples para auxiliar os seus potenciais clientes. Isso é uma estratégia fantástica de marketing de conteúdo, porque além de servir como forma de gerar leads, essa ferramenta resolve um problema ao utilizador. Um dos melhores exemplos é a ferramenta Make My Persona, criada pelo HubSpot, por exemplo. É uma ferramenta extremamente simples, mas que auxilia qualquer profissional na criação de uma persona.
É aqui que o marketing de conteúdo entra. Produzir conteúdos para as redes sociais não necessariamente significa entretenimento. As redes sociais são hoje utilizadas como principal meio de comunicação quando o objetivo é consumir conteúdo, encontrar informação ou simplesmente divertir-se. A sua presença e o seu posicionamento nas redes sociais deverá refletir aquilo que você pretende alcançar em sua via profissional, ou seja, se você tiver uma presença profissional, compartilhar conteúdos profissionais, escrever conteúdos interessantes que ajudem a sua audiência, etc., isso irá dar a você um posicionamento profissional nessa área de negócio.
É possível que, assim como em outros lugares do mundo, o marketing de conteúdo tenha começado de forma empírica no Brasil há muitas décadas. No entanto, o registro mais antigo dessa atividade é datado de 1954, quando a farmacêutica Tortuga, hoje pertencente à DSM, lançou o Noticiário Tortuga.[15] Em 2015, a agência brasileira New Content, que publica revistas customizadas para marcas como TAM e O Boticário, foi eleita a melhor agência de content marketing do mundo no Content Marketing Awards.[23]
Divulgação: Visando sempre pela transparência, ética e honestidade com todos os leitores e usuários do site, os links contidos nessa página são referências e indicações que, sem nenhum custo adicional para você, eu posso vir a receber uma pequena comissão. Saiba que eu só recomendo ferramentas e recursos de aprendizado que eu pessoalmente usei ou estudei, e acredito que sejam genuinamente úteis, e não por causa das pequenas comissões que eu posso receber. Acima de tudo, eu nunca advogaria por comprar algo que você não pode pagar ou que ainda não esteja pronto para implementar.

As landing pages são uma ferramenta extraordinária de comunicação e geração de leads. Muito comuns nos dias de hoje, as landing pages permitem não só que você comunique um determinado produto ou serviço da sua empresa, como também as utilize numa estratégia de geração de leads. Em ambos os casos, as landing pages podem ser vistas quase como infográficos em versão web, onde você poderá abordar diferentes conteúdos e ajudar o seu público a entender determinados assuntos, por exemplo.


Foi o que a rede de hotéis Four Seasons descobriu. Quando um cliente entra em um hotel, ele deseja aproveitar diferentes coisas na própria cidade onde está. Para que ele não precisasse de guias extremamente caros, a empresa resolveu abrir uma conta no Pinterest. Criando um perfil para cada um de seus resorts, a rede de hotéis começou a fazer um guia repleto de dicas de gastronomia, lazer, turismo e muito mais.

Com a internet cada vez mais abundante de informações, é raro que os usuários tenham disponibilidade de tempo e interesse a ponto de autorizar a exibição para só então descobrir do que o email trata. É preciso que o email mostre a que veio logo de cara. Ao usar apenas uma imagem, muitos destinatários irão ignorar o email, ou ainda deletá-lo ou marcá-lo como spam.

E a qualidade não fica só na produção do conteúdo em si, mas também tanto na adequação ao tipo e perfil do cliente que deve ser o foco da empresa, quanto no momento da compra em que aquele cliente se encontra (a conhecida jornada de compra). As empresas também perceberam que essa produção adequada ao momento da compra aumentava o fechamento em vendas, maximizando a receita. Portanto fica evidente a preocupação do mercado em ir além da busca por leads.[11]


Para ajudá-lo a entender melhor esse conceito e, o mais importante, como aplicá-lo na sua empresa e assim gerar mais receita para o seu negócio, preparamos um post completo sobre o assunto. Explicamos detalhadamente o que é o Marketing de Conteúdo, quais são as razões para você investir nele na sua empresa, os benefícios para a sua marca, como ele pode impactar nas suas vendas e no seu faturamento, além de números que reforçam essa importância e uma solução para ajudá-lo nesse momento.
A diferença está no fato de que marketing de conteúdo tem o objetivo de oferecer um conteúdo relevante ao leitor, podendo gerar resultados financeiros ou não. O inbound marketing, por sua vez, não foca exclusivamente no conteúdo, mas em outros pontos como: geração de leads comerciais, e nutrição deles para no futuro, fechar uma venda. Portanto, o inbound marketing é a cabeça e o marketing de conteúdo é um de seus braços. O inbound também inclui em suas táticas elementos de SEO, mídias sociais, marketing de influência e outras formas de comunicação de marca.
×