Divulgação: Visando sempre pela transparência, ética e honestidade com todos os leitores e usuários do site, os links contidos nessa página são referências e indicações que, sem nenhum custo adicional para você, eu posso vir a receber uma pequena comissão. Saiba que eu só recomendo ferramentas e recursos de aprendizado que eu pessoalmente usei ou estudei, e acredito que sejam genuinamente úteis, e não por causa das pequenas comissões que eu posso receber. Acima de tudo, eu nunca advogaria por comprar algo que você não pode pagar ou que ainda não esteja pronto para implementar.
O trabalho de freelancer exige disciplina, dedicação e organização, porém é possível otimizar o trabalho com a ajuda de apps. Caso bem aproveitadas, essas ferramentas podem fazer grande diferença no desempenho profissional.Com tantas opções disponíveis na internet, pode ser difícil identificar quais ferramentas são mais eficazes. Por isso, fizemos este post para ajudá-lo na missão. Confira, a seguir, 16 ...
As redes sociais são o local correto para criar interações com outras pessoas. Ao contrário do mundo real, onde provavelmente você tem vergonha de abordar uma outra pessoa para falar com ela sobre qualquer assunto trivial, nas redes sociais você consegue fazer isso sem ter de passar por essa sensação. E as redes sociais são ótimas para criar interações com outros profissionais, estabelecer ligações, etc. Essas interações geram uma maior confiança em você e no seu trabalho e isso naturalmente gera maior interação e por aí adiante.
Marketing de Conteúdo, se comparado com outras estratégias de marketing, é um conceito relativamente novo e vem se popularizando cada vez mais no Brasil. Nessa guia completo da RedaWeb você vai conferir o que é marketing de conteúdo, por que investir nele, números, ferramentas e como implementar na prática uma estratégia de marketing de conteúdo eficiente, para gerar mais leads e aumentar o seu faturamento.
E a produção desse material não precisa ser algo necessariamente trabalhoso: você pode começar oferecendo conteúdos que já possui e utiliza na sua empresa, como planilhas, templates, pesquisas/análises de mercado, artigos técnicos, checklists, glossários etc. Posteriormente, você pode produzir materiais pensados especificamente para responder dúvidas e curiosidades ou sanar dores dos seus potenciais clientes.
Já falei anteriormente sobre o “Vender sem vender”, que é basicamente a estratégia mãe do marketing de conteúdo. Através de um conteúdo altamente relevante, além de você ajudar o seu público, você ainda conseguirá melhorar a sua autoridade e atrair potenciais clientes. Infelizmente, as redes sociais continuam sendo utilizadas por muitos profissionais da forma mais errada possível, que consiste em basicamente fazer spam em todos os grupos possíveis, tentando divulgar uma oferta milagrosa para enriquecimento rápido. Não seja essa pessoa!
Um bom design vende mais – A grande maioria dos profissionais e empresas tendem a descurar imenso a imagem. Seja através da comunicação por newsletters ou nos seus posts do Facebook. A sua imagem dita não só a qualidade do seu trabalho, como também ajuda a vender mais ou menos. É o mesmo que você imaginar uma empresa de limpezas, onde você chega e o escritório está completamente desarrumado e sujo. Não faz sentido, certo? Preocupar-se com o design das suas newsletters é fundamental para atingir bons resultados.

Ao pôr hiperlinks de marketing da filial em sua página do site, considere a utilização dos hotspots de publicidade. Estes acrescentam o canto superior esquerdo do seu site, o fim das tuas mensagens e até mesmo hiperlinks contextuais nas tuas mensagens. Quanto menos difícil for pras pessoas a encontrar e clicar em seus hiperlinks de afiliados, mais dinheiro você vai ganhar.
Uma profissão que precisa estudar para entender os programas de produção gráfica, meios de comunicação, marketing semiótica, tipografia. Um designer gráfico pode trabalhar em várias áreas montando logotipos, marcas, livros, revistas, folhetos, catálogos, jornais, embalagens, websites, softwares, jogos, eventos, anúncios, enfim, uma boa profissão que vem crescendo a cada dia.
O autor Hugh Hewitt estava coberto de razão em sua obra “Blog: Entenda a Revolução: o século XXI é o século da Internet”. Em 2007, quando a obra foi lançada, a produção de conteúdo ainda não havia alavancado com tanta força como hoje. Limitações técnicas, como baixa velocidade oferecida pelos provedores, conexões à internet menos acessíveis às massas ...
Marketing de afiliados do seu blog poderá ser uma excelente forma de gerar fundos, todavia a sua inteligência de ganhar dinheiro com as oportunidades depende somente da particularidade do assunto do teu blog. O tema inovador que é atualizado com periodicidade é a chave para levar os leitores ao teu website ou website. Mantenha tuas afiliações no blog diretamente ligadas ao assunto que você disponibiliza, e seus leitores leais entenderão que usar seus links de referência irá apoiar seus valiosos serviços.
Quando o problema começou? Identificar o tempo que você tomou conhecimento do problema é importante. Se você tiver recentemente efectuado quaisquer alterações ao seu sistema eo problema apareceu logo depois, é bastante provável que a mudança particular é a causa. Não reter informações da equipe de apoio, cada bit de conhecimento é crucial para identificar a fonte de dificuldade.
A diferença está no fato de que marketing de conteúdo tem o objetivo de oferecer um conteúdo relevante ao leitor, podendo gerar resultados financeiros ou não. O inbound marketing, por sua vez, não foca exclusivamente no conteúdo, mas em outros pontos como: geração de leads comerciais, e nutrição deles para no futuro, fechar uma venda. Portanto, o inbound marketing é a cabeça e o marketing de conteúdo é um de seus braços. O inbound também inclui em suas táticas elementos de SEO, mídias sociais, marketing de influência e outras formas de comunicação de marca.
×