Mesmo que todo profissional de marketing entenda que quando se escreve com qualidade sobre o seu ramo de atuação é possível transmitir informação relevante aos visitantes, ganhar novas oportunidades de negócio, passar a ser referenciado como uma autoridade no assunto e, claro, criar e estreitar o relacionamento com a sua base de contatos, isso nem sempre fica claro para a liderança da empresa. Mesmo que não faltem motivos para encarar o Marketing de Conteúdo como um dos pilares do sucesso no Marketing Digital, ainda assim você precisa justificar seu valor.
3. Fornecer o índice fresco. Seu site deve ser continuamente atualizado se você espera que seus visitantes para manter a voltar. Seu site deve ter conteúdo útil, bem como ferramentas que vão ajudar o seu público-alvo. Faça seu site como fácil de navegar quanto possível, e ter certeza de que suas ligações trabalhar da forma que deveriam. Não há nada que frustra as pessoas mais do que um website "quebrado", e uma vez que seu site tem sido rotulado como tal, as chances são pequenas que muitas pessoas vão querer voltar.
O conceito de persona: Em primeiro lugar, você precisa definir a sua persona. Você deve estar se perguntando: por quê? A resposta é muito simples, o Marketing de Conteúdo é centrado no cliente (ou possível cliente) da sua marca. Dessa forma, você deve conhecer essa pessoa a fundo, seus hábitos, comportamentos, necessidades, dúvidas e o que ela realmente procura de informação e conteúdo para ajudá-la no seu dia a dia. É aqui que entra a persona!
Para o marketing da filial para casa Internet negócio, ter um negócio próprio não é mesmo realmente uma exigência. Se você é louco por produtos de cabelo, você pode ganhar a vida vendendo produtos de cabelo, sem ter que receber ordens ou produtos de estoque. É isso que eu estou falando. Nenhum produto de lotação em sua garagem, recebendo ordens e tudo o mais associado a uma empresa típica.
Se precisar exemplifique, mostre como fica mais fácil ser reconhecido como uma autoridade em um assunto quando você produz conteúdos autorais e de qualidade, apresente casos de grandes referências que chegaram lá por produzir conteúdo. No blog do RD Station, temos uma série de exemplos de clientes onde trazemos alguns casos muito legais, confira nesse link onde comentamos casos de clientes que criaram conteúdos ricos de maneira fácil e que deram resultado, uma mãozinha a mais para você demonstrar de maneira prática que o Marketing de Conteúdo gera resultado.
As landing pages são uma ferramenta extraordinária de comunicação e geração de leads. Muito comuns nos dias de hoje, as landing pages permitem não só que você comunique um determinado produto ou serviço da sua empresa, como também as utilize numa estratégia de geração de leads. Em ambos os casos, as landing pages podem ser vistas quase como infográficos em versão web, onde você poderá abordar diferentes conteúdos e ajudar o seu público a entender determinados assuntos, por exemplo.
Mas o que seria isso? Persona é uma representação fictícia daquele que seria o cliente perfeito. Ela é desenhada partindo de dados reais que envolvem características demográficas e pessoais do seu cliente, como seu comportamento, seus desafios, preocupações, objetivos e desejos, onde ele vive, que idade tem, como é a sua rotina, a sua família, o seu emprego, seus gostos, hábitos de lazer, etc. Tudo vai depender do tipo de produto e/ou serviço que a sua empresa oferece e em que momento ele é relevante para essas pessoas.
O vídeo é provavelmente o formato de conteúdo que gera mais autoridade nos dias de hoje. Se você imaginar que um conteúdo escrito, embora relevante, não tem o seu autor em primeiro plano e que um vídeo coloca você em frente ao seu potencial cliente, você provavelmente irá entender a diferença. O vídeo humaniza o seu conteúdo e o coloca numa posição de maior destaque, o que aumenta a sua notoriedade e gera uma maior confiança junto ao seu público. Vários estudos indicam que um vídeo numa página de venda de um produto aumenta em mais de 80% a intenção de compra do cliente, o que traduz bem a confiança que um vídeo pode gerar.
Mark recomenda 11 Nichos para começar com. Ele faz a maior parte de sua renda a partir destes 11 niches. Já escolheu o nicho certo?  Se não, em seguida, ele quase certamente retê-lo. Se você está no processo de construção de seu primeiro site ou apenas começou a pensar em fazer a on-line, então você pode encontrar aqui o que você deve torná-lo sobre.
Se você tem uma empresa de arquitetura, por exemplo, você poderá falar de vários assuntos relacionados com arquitetura, design, design de produto, design de interiores, etc. Se você tem uma agência de Marketing Digital, por exemplo, você poderá falar sobre E-Commerce, Redes Sociais, UX/UI, Mobile, entre outros assuntos. Diversificação não só é fundamental, como ajuda você a ter a ideias para novos conteúdos a publicar.

Maria tem 30 anos e acabou de abrir a sua primeira empresa: um salão de beleza. Ela precisa controlar o fluxo de caixa com segurança para evitar problemas no faturamento, lidar com o estoque para evitar excesso e falta de produtos, além de gerenciar a sua equipe de trabalho, contando sempre com pessoas motivadas e dispostas a atender o cliente da melhor forma possível. Maria é casada, tem dois filhos pequenos, costuma consumir informação na internet de forma rápida e dinâmica, pois não sobra muito tempo na sua rotina para isso. Gosta muito de acessar as redes sociais. Ela está em busca de uma solução que ajude a controlar a parte operacional e financeira da sua empresa, sobrando tempo para outras atividades.
×