Um dos principais resultados de uma boa estratégia de marketing de conteúdo é a geração de tráfego orgânico. Se você já estudou SEO (Search Engine Optimization), provavelmente sabe da importância de produzir bons conteúdos. Se você produzir conteúdos realmente muito bons, não só eles irão gerar links orgânicos de qualidade para o seu site, como também terão um impacto positivo na captação de tráfego por meio das redes sociais. Naturalmente, bons conteúdos geram links e compartilhamentos nas redes sociais e isso tenderá a ajudar o seu site a ganhar uma maior visibilidade nas páginas de resultados orgânicos de motores de pesquisa.
Não devemos deixar de ressaltar que a produção de conteúdo é uma estratégia com a qual se alcança resultados em longo prazo, portanto é importante começar o quanto antes.  Conte com a RedaWeb para uma consultoria de excelência em marketing de conteúdo. Nossa equipe possui profissionais especializados e conceituados no mercado, que trabalham com o foco em fazer a sua empresa alcançar os resultados que deseja.

Ele é o co-fundador da NP Digital. O The Wall Street Journal o considera como influenciador top na web. A Forbes diz que ele está entre os 10 melhores profissionais de marketing e a Enterpreuner Magazine diz que ele criou uma das 100 empresas mais brilhantes do mercado. O Neil é um autor best-seller do New York Times e foi reconhecido como um dos 100 melhores empreendedores até 30 anos pelo presidente Obama e como um dos 100 melhores até 35 anos pelas Nações Unidas.
A diferença está no fato de que marketing de conteúdo tem o objetivo de oferecer um conteúdo relevante ao leitor, podendo gerar resultados financeiros ou não. O inbound marketing, por sua vez, não foca exclusivamente no conteúdo, mas em outros pontos como: geração de leads comerciais, e nutrição deles para no futuro, fechar uma venda. Portanto, o inbound marketing é a cabeça e o marketing de conteúdo é um de seus braços. O inbound também inclui em suas táticas elementos de SEO, mídias sociais, marketing de influência e outras formas de comunicação de marca.
O conceito se baseia em gerar fidelização dos clientes e entregar informações valiosas de maneira consistente. O conteúdo é produzido pelas marcas visando aproximar-se do cliente e sanar as dúvidas/objeções e dicas ao longo do funil de vendas, mas sem intenção comercial direta, e sim educacional.[4] Pode ser publicado em diferentes formatos tanto off-line (revistas impressas, eventos presenciais etc.) como on-line (vídeos, white papers, ebooks, posts, guias, artigos, webinars etc.). Não é focado exclusivamente em vendas, em compartilhamento de conteúdo relevante e útil.
Quando o problema começou? Identificar o tempo que você tomou conhecimento do problema é importante. Se você tiver recentemente efectuado quaisquer alterações ao seu sistema eo problema apareceu logo depois, é bastante provável que a mudança particular é a causa. Não reter informações da equipe de apoio, cada bit de conhecimento é crucial para identificar a fonte de dificuldade.
Certifique-se de digitar tema de propriedade e, logo depois, melhorá-lo com links afiliados. Considere tuas ligações da filial como recursos para seus freguêses que tornarão menos difícil para eles adquirir o produto ou serviço que você francamente orientar. Se a sua avaliação do artefato for raso e deixar claro que você não tem realmente experiência pessoal com o item, ninguém vai clicar em seus hiperlinks – não importa quantos você postar!
A diferença está no fato de que marketing de conteúdo tem o objetivo de oferecer um conteúdo relevante ao leitor, podendo gerar resultados financeiros ou não. O inbound marketing, por sua vez, não foca exclusivamente no conteúdo, mas em outros pontos como: geração de leads comerciais, e nutrição deles para no futuro, fechar uma venda. Portanto, o inbound marketing é a cabeça e o marketing de conteúdo é um de seus braços. O inbound também inclui em suas táticas elementos de SEO, mídias sociais, marketing de influência e outras formas de comunicação de marca.
Esse cenário pode assustar em um primeiro momento, a gente sabe disso, mas a realidade é simples: a sua empresa precisa estar preparada para competir pelo seu espaço nesse universo. E o marketing digital e o marketing de conteúdo surgem como duas ferramentas poderosas para garantir o seu espaço na mente e na preferência dos consumidores. Nos últimos anos, muito tem sido falado sobre o marketing de conteúdo, seus benefícios, modelos e o caminho para o sucesso. Porém, como em qualquer área, muitas também são as dúvidas, não é mesmo?
É preciso inovar no tipo de comunicação que a sua marca irá manter com sua audiência. É preciso compreender quais são os hábitos de consumo de seus potenciais clientes, conseguindo, dessa maneira, criar uma relação mais estreita com seus consumidores. A utilização desse tipo de mídia é peça chave para estratégias de marketing de conteúdo da atualidade.
2. Juntando diretórios internet. Quando os diretórios internet já não são tão amplamente utilizados como motores de busca, algumas pessoas fazem uso deles. É importante que você não negligencie os clientes em potencial que estes diretórios pode trazer para o seu site. Para aderir a um diretório de internet, você terá que submeter seu site para aprovação, e você vai ser categorizados de acordo.

Mais uma leitura de abrir a mente, não tem como medir o valor do seu conteúdo Alex Vargas! Hoje estudo de 3 a 4 horas por dia e focado acima de tudo no processo, e não no dinheiro. Meu grande projeto na vida é ser um agente transformador na vida das pessoas (e por consequência na minha) e acredito que encontrei a maneira certa de seguir esse caminho. Obrigado pela sua dedicação e inspiração! Agora vejo com mais clareza meus objetivos para os próximos anos não somente no financeiro, mas em várias outras coisas.


É preciso estar preparado para esse novo perfil de cliente e o poder da internet e das redes sociais. São muitos sites, blogs, páginas no Facebook, e-books, vídeos, etc. à disposição das pessoas. Sabemos que conquistar o seu espaço se torna cada vez mais concorrido e difícil. A verdade é que apenas conteúdos realmente de qualidade irão se destacar e ser de fato lidos e ouvidos. O desafio é grande, é preciso estar por dentro do marketing de conteúdo e preparado para mergulhar nesse universo.
HOLA, GRACIAS POR ESE SUPER RECORRIDO POR LAS GRANDES OPORTUNIDADES DE NEGOCIO QUE NOS MUESTRAS. SOY NOVATO EN ESTE TEMA Y QUIERO EN 2018 INICIAR MI MODELO DE NEGOCIO ON LINE.- VENDER CAMISETAS PERSONALIZADAS Y CON DISEÑOS CREATIVOS, VANGUARDISTAS Y JUVENILES ES MI OBJETIVO. ADEMÁS PROMOCIONAR PRODUCTOS YA ELABORADOS Y GANARME COMISIONES. CUAL SERÍA PARA TI EL TIPO DE NEGOCIO QUE MAS ME CONVIENE. DE ANTEMANO, MUCHAS GRACIAS Y EXITOS EN TU BLOG
Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.

A diferença está no fato de que marketing de conteúdo tem o objetivo de oferecer um conteúdo relevante ao leitor, podendo gerar resultados financeiros ou não. O inbound marketing, por sua vez, não foca exclusivamente no conteúdo, mas em outros pontos como: geração de leads comerciais, e nutrição deles para no futuro, fechar uma venda. Portanto, o inbound marketing é a cabeça e o marketing de conteúdo é um de seus braços. O inbound também inclui em suas táticas elementos de SEO, mídias sociais, marketing de influência e outras formas de comunicação de marca.
×