Como te dije al principio del artículo, los modelos de negocios online que he numerado del 1 al 5 son menos aconsejables desde mi punto de vista por diversos motivos: inversión inicial, elevado riesgo, posibilidad de fraude, etc. Los puedes usar para tener un extra al mes pero no será un negocio al que te puedas dedicar para ganar dinero por internet y vivir de ello.


A verdade é que o Marketing de Conteúdo chegou para ficar. Se a sua empresa ainda não parou para refletir e desenhar as suas estratégias, você está perdendo tempo. Hoje, as pessoas querem mais do que consumir produtos, elas querem engajar com marcas que estão ali para ajudá-las quando necessário, querem falar e ser ouvidas, querem empresas responsáveis, verdadeiras e que transmitem confiança nas suas relações.
Escribe y comercializa un blog. Crea una bitácora digital y aliméntala constantemente –sin importar el tema que abordes– de contenido original y relevante para tu audiencia meta. Promociona tu contenido a través de redes sociales, con enlaces que remitan a tu sitio para generar tráfico. Comercializa espacios publicitarios para empresas interesadas en el segmento al que te diriges y también inserta en tu blog publicidad contextual, como AdSense de Google.
Separando seus contatos por áreas de interesse (conteúdos acessados ou baixados no seu site, que indiquem de que tipo de produto ou serviço ele possa estar precisando), é possível entregar mensagens com as ofertas certas para o potencial cliente, aumentando consideravelmente a taxa de conversão. Isso traz resultados importantes no nível de engajamento, além de ser fundamental para guiar seus prospects em direção à venda.
Use dados estratégicos:  como o marketing de conteúdo direciona o tráfego orgânico para o site, a empresa pode gastar menos em compra de mídia. E há pesquisas, como a feita pela Kapost e Eloqua, que indicam que o Marketing de Conteúdo chega a ultrapassar o ROI de links patrocinados em até 3 vezes.  Essa é, inclusive, uma das grandes vantagens do Marketing de Conteúdo: a capacidade de geração de Leads. O resultado na maioria das vezes será proporcional, quanto mais autoridade você tem sobre determinado assunto maior será a quantidade de Leads gerados.
Cerque-se de métricas tangíveis: mostre como o marketing de conteúdo é um canal eficiente para gerar mais oportunidades de negócio, reduzir os custos de aquisição dos clientes e aumentar as vendas. Ao escrever sobre o seu segmento, você dissemina informações úteis que serão utilizadas para capacitar seus potenciais clientes e prepará-los para o momento da compra.
Através do avanço tecnológico, com o envio de mensagens e e-mails, não se fez mais necessária a presença física. E, para fazer com que o contato entre ambos não esfrie, é necessário um bom planejamento para que as expectativas sejam superadas. Como? Por meio de conteúdo criativo, informativo e inteligente, para redes sociais, blogs e sites. Até porque esses são os canais de comunicação que possuem maior relevância na atualidade.
Outro aspecto importante é a diversificação dos temas abordados. Se você sempre está falando de Instagram, chega uma hora que você não tem mais o que escrever. Quando você abre esse nicho de mercado para algo mais global, como por exemplo marketing digital, você poderá falar não só de Instagram, como Facebook, E-mail Marketing, Automação de Marketing, etc. Nem sempre um nicho muito específico é positivo, especialmente em blogs empresariais.

Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.
Criar conteúdo de sucesso para as redes sociais, seja por meio de vídeos, posts ou links que levem os consumidores até o seu site, é essencial para que as pessoas conheçam melhor a sua marca. Em muitos casos, você consegue alcançar um público que antes nem ao menos imaginava que pudesse se interessar pelo seu tipo de negócio. E, o melhor, com um post de sucesso nas redes sociais, os consumidores podem até mesmo virar fãs da sua marca.
A identidade visual da empresa. Caso já exista, por exemplo, fontes padrões, padrão de cores, manual da marca e características que estejam relacionadas à aparência da mesma. Serão essas informações que servirão como ponto inicial, para efetuar um bom planejamento de marketing de conteúdo com relação aos materiais ricos (E-books, infográficos, etc).
Um bom design vende mais – A grande maioria dos profissionais e empresas tendem a descurar imenso a imagem. Seja através da comunicação por newsletters ou nos seus posts do Facebook. A sua imagem dita não só a qualidade do seu trabalho, como também ajuda a vender mais ou menos. É o mesmo que você imaginar uma empresa de limpezas, onde você chega e o escritório está completamente desarrumado e sujo. Não faz sentido, certo? Preocupar-se com o design das suas newsletters é fundamental para atingir bons resultados.
Essa é uma métrica muito importante para medir o desempenho das suas postagens, afinal, o objetivo que compete somente à gestão de mídias sociais de uma empresa é gerar tráfego para outros canais específicos de geração de oportunidades de negócio. Você deve otimizar ao máximo suas postagens para que sua audiência clique cada vez mais nelas e, posteriormente, seja convertida em Leads;
Logicamente, o marketing de conteúdo inclui também diversas coisas que você não deve fazer. Já falei anteriormente sobre várias das coisas que deve evitar quando trabalha os seus conteúdos e principalmente quando monta uma estratégia de divulgação dos mesmos, no entanto, é importante relembrar alguns princípios básicos do marketing de conteúdo e erros que podem ser facilmente evitados:
Por último, mas não menos importante, as plataformas sociais não devem ser vistas somente como um meio de difusão e sim como um canal de interação. Relações duradeiras são construídas através do diálogo, então, não se esqueça de interagir com a sua audiência fazendo comentários, respondendo mensagens e dando “likes” sempre que você ache que merece.
O marketing de conteúdo é igualmente pródigo na geração de leads orgânicos. Muitas vezes, pessoas seguem o seu trabalho, mas não compram de você. Isso acontece, em muitos casos, porque essas pessoas ainda não estão preparadas para comprar e/ou não se sentem confiantes o suficiente para tomar essa decisão. Com o marketing de conteúdo, além de você nutrir esses leads com um conteúdo relevante e que provavelmente irá ajudá-los a dissipar algumas dúvidas, você ganha uma maior confiança junto dessas pessoas, garantindo que no momento em que elas se sentirem confortáveis para comprar esse produto/serviço, elas irão lembrar-se de você e provavelmente comprar esse produto de você ou da sua empresa.

O marketing de conteúdo é fundamental não só pelo tráfego orgânico que ela gera, mas principalmente pela percepção que ele cria junto do seu público. Se você analisar alguns dos exemplos que falei anteriormente, você vai entender que esses profissionais que são considerados especialistas em suas áreas de atuação, eles vivem acima de tudo do conteúdo. Essa percepção de que eles são especialistas vem, precisamente, do conteúdo gerado e compartilhado. Logicamente, o mesmo aplica-se a empresas. Empresas que geram conteúdos relevantes, acabam gerando uma percepção muito positiva sobre as marcas.
6. Trazer conteúdo relevante para nutrir os leads. Conteúdo de qualidade é muito importante para nutrir o seu público-alvo e, para isso, uma estratégia forte e estruturada faz a diferença. Para desenhar essa nutrição de leads, aproveite todos os canais que estão à sua disposição: redes sociais, landing pages, e-mail marketing, SEO, entre muitos outros. E qual a melhor forma de alimentar esses canais? Com materiais desenvolvidos pensando no seu público-alvo, na persona, nas suas dificuldades, dúvidas e dores.
Os comerciantes mais bem sucedidos da filial nunca deixar cair um hiperlink nu para um produto da filial em uma página da internet frouxamente relacionados. Os webmasters savvy fazem uso assunto focado para levar a links de produtos afiliados. Comentários, folhas de dados e o mais gentil dos lançamentos de vendas são boas formas de transportar os visitantes do blog para um link associado e obtê-los em um estado de espírito acolhedor.

Mi segunda inquietud es si por ejemplo en mi país que es Colombia, no hay plataforma de amazon, entonces puedo afiliarme a la página principal que es amazon.com en su país de orígen e igual me pagarán por la venta de los productos que yo publique o necesariamente debe ser alguna plataforma existente en mi país o como funcionaría en ese caso. De ante mano gracias.


O vídeo é provavelmente o formato de conteúdo que gera mais autoridade nos dias de hoje. Se você imaginar que um conteúdo escrito, embora relevante, não tem o seu autor em primeiro plano e que um vídeo coloca você em frente ao seu potencial cliente, você provavelmente irá entender a diferença. O vídeo humaniza o seu conteúdo e o coloca numa posição de maior destaque, o que aumenta a sua notoriedade e gera uma maior confiança junto ao seu público. Vários estudos indicam que um vídeo numa página de venda de um produto aumenta em mais de 80% a intenção de compra do cliente, o que traduz bem a confiança que um vídeo pode gerar.
O número de conversões de visitantes em oportunidades de negócio deve ser a sua principal métrica a ser acompanhada neste processo. Apesar de a conversão não depender única e exclusivamente do trabalho feito em mídias sociais, ela é uma métrica que mostra a efetividade do canal, ou seja, a quantidade dos seus Leads que foram gerados pelas mídias sociais.
Madre mía David que rato llevo leído todo y super interesante llevo tiempo queriendo lanzarme a este mundillo para sacarme algún dinerillo pero siempre lo dejo colgado me quedo atascada pensando, No soy nada creativa y pienso pienso pienso pero no sé ni por dónde empezar pero tú me has ayudado mucho espero que esta vez sea la definitiva y me lance a la piscina gracias
×