A criação de e-books é outra forma interessante de colocar o marketing de conteúdo a trabalhar a seu favor. Imagine por exemplo que você escreve 30 artigos no seu blog e que 10 desses artigos estão relacionados a um único tema. Você poderá facilmente compilar esses 10 artigos num e-book, ajustar os textos, dar uma revisada e publicar um e-book prático que os seus potenciais clientes possam descarregar. Naturalmente, isso é uma excelente forma de geração de leads e potenciais contatos que poderá posteriormente nutrir por meio de uma estratégia de e-mail marketing , passando-s de leads a clientes da sua empresa/negócio. Quem faz muito bem isso é a HubSpot e a SocialBakers, que estão constantemente lançando pequenos e-books sobre determinadas temáticas, com uma estratégia clara de captação de leads. Assim, você também poderá investir um pouco mais de tempo e criar algo realmente único. Isso então seria fantástico!
É como assar um bolo. Há diversas receitas, umas melhores que outras. Diversos ingredientes, uns caros e extravagantes e outros baratos. Algumas pessoas ficam pesquisando por um longo tempo quais as melhores formas de fazer o bolo. Mas enquanto não misturam os ingredientes e os assam, não terão o produto final para vender. Ou seja, planejar é importante, mas o que fará seu negócio em casa obter sucesso é colocar as mãos na massa e trabalhar.

Se imaginarmos um blog de uma empresa, que gera 50.000 visitas orgânicas por mês, estamos falando de um potencial de aquisição de clientes incrível, por um custo extremamente reduzido. Embora a publicidade muitas vezes signifique um investimento alto, é necessário considerar também que o marketing de conteúdo tem um custo. Pensar, idealizar, produzir, editar, revisar e publicar um conteúdo ou vários conteúdos também tem um custo. Esse custo normalmente está associado a uma pessoa: a pessoa que produziu esse conteúdo. Mas esse custo existe.
Quando pensamos em fazer um canal de vídeos como estratégia de Marketing de Conteúdo, é bem comum já vir à nossa cabeça um canal em plataformas gratuitas de massa, como Youtube, Vimeo e Daily Motion. E aproveitar a audiência que esses canais possuem de fato é algo atrativo, principalmente quando estamos com o objetivo de atrair visitantes para o site.
Cerque-se de métricas tangíveis: mostre como o marketing de conteúdo é um canal eficiente para gerar mais oportunidades de negócio, reduzir os custos de aquisição dos clientes e aumentar as vendas. Ao escrever sobre o seu segmento, você dissemina informações úteis que serão utilizadas para capacitar seus potenciais clientes e prepará-los para o momento da compra.
Lembre-se de ser educado. Tenha em mente que a equipe de apoio é composto por seres humanos - eles certamente não irão apreciar se você maltratar eles. Nunca insultá-los, nunca use palavrões. Se você quiser que o seu problema a ser resolvido, é melhor para manter a sua paz e agir civilizadamente. Apesar do que você pode pensar, você é apenas um de seus clientes - se reservam o direito de suspender seus serviços a você sempre que quiserem.
Ele é o co-fundador da NP Digital. O The Wall Street Journal o considera como influenciador top na web. A Forbes diz que ele está entre os 10 melhores profissionais de marketing e a Enterpreuner Magazine diz que ele criou uma das 100 empresas mais brilhantes do mercado. O Neil é um autor best-seller do New York Times e foi reconhecido como um dos 100 melhores empreendedores até 30 anos pelo presidente Obama e como um dos 100 melhores até 35 anos pelas Nações Unidas.
En cuanto al dropshipping, necesitas una tienda online donde directamente los clientes te compran a ti (con la logística que eso conlleva) y tú comprarás los productos directamente al mayorista que es quien se los envía al cliente en el nombre de tu tienda por lo que no tendrás que preocuparte de envíos ni del stock. Aquí en definitiva es como si fuera una tienda online donde solo te tienes que ocupar de vender y según el acuerdo que tengas con los proveedores podrás ganar más o menos dinero.
×