Com conteúdos relevantes, a sua empresa estabelece uma relação de confiança e se faz presente em diversas etapas da vida do seu consumidor. Você já se colocou no lugar do seu cliente? Ele pode contar com a sua empresa para resolver problemas do dia a dia e consumir informação realmente valiosa? Assim, torna-se mais fácil fazer com que ele engaje com a sua marca. E isso nos leva ao próximo ponto.


4. Ganhar visibilidade. O Marketing de Conteúdo também é uma ferramenta e tanto para aumentar a visibilidade da sua empresa nesse universo online. Isso inclui blogs, sites, redes sociais, buscador do Google, fóruns, etc. Com um bom posicionamento nesses ambientes, você será encontrado com mais facilidade e irá aparecer para seus clientes e leads. Lembre-se sempre: “quem não é visto, não é lembrado”. Essa é uma das chaves para o sucesso em um mercado tão competitivo!
Quer você esteja a utilizar o marketing de conteúdo como uma estratégia de branding pessoal ou empresarial, através da geração de conteúdos relevantes, você aumentará exponencialmente a notoriedade da sua marca, seja ela uma marca pessoal ou empresarial. A geração de conteúdos relevantes, além de gerar comentários e interesse junto do seu público-alvo, faz com que você crie um maior nível de interação com seus seguidores. Isso fará com que a sua notoriedade nesse mercado aumente progressivamente, gerando um maior interesse pelo seu trabalho ou pela sua empresa.
Um estudo realizado pela McKinsey&Company apontou que campanhas que utilizam o e-mail marketing conseguem ser 40 vezes mais efetivas do que ações realizadas no Facebook para conquistar novos clientes.  Mesmo parecendo ser uma ferramenta ultrapassada, não existe nenhuma outra que consegue bater de frente com o e-mail marketing, quando se trata se transformar leads em clientes – dentro das estratégias de inbound marketing.
Agora que você já entendeu que inbound marketing e marketing de conteúdo caminham juntos, é preciso aprender como fazer, na prática, o marketing de conteúdo.  E a relação cliente versus empresa está completamente diferente de alguns anos atrás. Antigamente, o foco não estava totalmente no digital, fazendo com que empresas e colaboradores estivessem presentes de maneira física. Ou seja, efetuando visitas e telefonemas de maneira mais ativa.
A forma como os seus potenciais clientes interagem com os seus conteúdos, determina parte do valor da sua marca. Conteúdos altamente relevantes geram maior interação, enquanto que conteúdos menos interessantes geram menor interação e naturalmente menos compartilhamentos nas redes sociais. A criação dessa interação com os seus leitores é fundamental por várias razões:
Depois disso, é importante que os seus conteúdos estejam devidamente otimizados para o Google para que o robot de rastreamento entenda o seu conteúdo, quais as partes mais importantes e, principalmente, qual a palavra-chave que define a sua peça de conteúdo. Isto não significa que você deverá escrever a mesma palavra-chave inúmeras vezes no seu post! Isso chama-se manipulação e pode resultar numa penalização por parte do Google, ok?

Use dados estratégicos:  como o marketing de conteúdo direciona o tráfego orgânico para o site, a empresa pode gastar menos em compra de mídia. E há pesquisas, como a feita pela Kapost e Eloqua, que indicam que o Marketing de Conteúdo chega a ultrapassar o ROI de links patrocinados em até 3 vezes.  Essa é, inclusive, uma das grandes vantagens do Marketing de Conteúdo: a capacidade de geração de Leads. O resultado na maioria das vezes será proporcional, quanto mais autoridade você tem sobre determinado assunto maior será a quantidade de Leads gerados.


Hola David primero que todo darte las gracias por la información que nos aportas sobre los negocios online. Segundo decirte que estoy interesado en el dropshipping pero no tengo muy claro como crear una pagina web para ello, ni que vender ni como hacerlo y tampoco como encontrar a los proveedores. Me gustaría que me aconsejaras sobre esto al respecto. Gracias de antemano.
3.	Vantagem em relação aos concorrentes: Esse é o sonho de todo empresário, não é? Em um mercado cada vez mais concorrido, ao trazer um conteúdo de fato pensado para sanar as dúvidas e dores dos seus possíveis clientes, você conquista a sua confiança e uma grande vantagem competitiva. Afinal, quando precisar de um novo produto ou serviço, aquela pessoa, provavelmente, irá procurar primeiro a sua empresa, pois já tem uma imagem positiva construída na sua cabeça e sabe que você está ali para ajudá-la. Com uma marca forte e estabelecida na mente dos seus possíveis clientes, tudo fica mais fácil.

Considere prêmios semanais ou mensais. Os visitantes continuarão de volta ao teu blog para ver de perto qual é o prêmio. Não esqueça de conservar o interesse deles, fornecendo informações importantes a respeito as quais eles querem assimilar. Esta é bem como uma legal forma de obter inscrições pro teu boletim informativo; responda-lhes que você vai notificá-los a respeito do prêmio por e-mail.
2. Relacionamento: Através do Marketing de Conteúdo, você se aproxima dos seus clientes e potenciais clientes, permitindo a construção de uma relação pautada na confiança e na interação. Ao oferecer conteúdos relevantes e realmente úteis, você permite que eles tomem decisões mais assertivas, além de mostrar-se sempre ali à disposição para o que eles precisarem ao longo da jornada. Esse é um dos segredos das empresas de sucesso nos dias de hoje, pense nisso!

Em 2014, o Content Marketing Institute estendeu para o Brasil o estudo Content Marketing no Brasil – Benchmarks, Orçamentos e Tendências, realizado a cada dois anos no País. Em 2015, foi feito o Primeiro Estudo de Content Marketing da América Latina, com os primeiros dados concretos sobre como as empresas trabalham a estratégia na região. O relatório mostrou que 98% usavam o Marketing de Conteúdo para promover seus produtos e que 56% das empresas entrevistadas preferem as redes sociais como meio para fazer suas divulgações.[24] Em 2016, foram feitos estudos comparativos realizados no sul do país sobre marketing digital.[25]


Outro grande pilar do Marketing de Conteúdos é a criação e difusão de peças gráficas nos blogs e nas redes sociais. Tais conteúdos se encontram entre os mais compartilhados em Social Media já que são muito mais atraentes visualmente. Entre os conteúdos que podemos criar, podemos incluir infográficos, criar GIFs, usar fotografias, ilustrações e imagens com texto.
Cerque-se de métricas tangíveis: mostre como o marketing de conteúdo é um canal eficiente para gerar mais oportunidades de negócio, reduzir os custos de aquisição dos clientes e aumentar as vendas. Ao escrever sobre o seu segmento, você dissemina informações úteis que serão utilizadas para capacitar seus potenciais clientes e prepará-los para o momento da compra.
Uma profissão que precisa estudar para entender os programas de produção gráfica, meios de comunicação, marketing semiótica, tipografia. Um designer gráfico pode trabalhar em várias áreas montando logotipos, marcas, livros, revistas, folhetos, catálogos, jornais, embalagens, websites, softwares, jogos, eventos, anúncios, enfim, uma boa profissão que vem crescendo a cada dia.
E não adianta, o boca a boca ainda é muito forte e importante para empresas de todos os portes. Cada pessoa que indica o seu produto e/ou serviço para outras gera muitos leads que, provavelmente, irão procurar o seu negócio quando sentirem necessidade. E aqui o Marketing de Conteúdo é determinante, tanto para criar defensores da marca, quanto para estar preparado para nutrir e desenvolver a confiança das pessoas para as quais eles indicarem o seu negócio.
Nessa área do marketing, a boa notícia é que é possível fazer testes e mudar a estratégia com relativa rapidez. Então, o segredo é sempre mensurar o que você está fazendo e quando os números não estiverem interessantes, talvez seja a hora de testar algo novo. Aquele post no Facebook não teve o engajamento esperado, que tal mudar a chamada ou a imagem? E aquele post no blog não foi tão acessado? De repente mudando o título ou revisando as palavras-chave escolhidas os indicadores melhorem. E, claro, não esqueça de sempre acompanhar o que os outros estão fazendo. O famoso Benchmarking. Falaremos melhor dele na sequência.

Você pode iniciar com um blog por exemplo. Postando conteúdos de 500 a 1.000 palavras cada, focando em temas de interesse de seu público-alvo. Além disso, vale a pena criar uma fanpage no facebook e uma página da empresa no LinkedIn. Cada texto que você postar no blog, você também pode postar uma chamada nessas redes sociais. Essa chamada costuma ter em média 30 palavras cada, e ela precisa ter um tom de persuasão, fazendo com que o leitor se interesse em acessar o blog para saber mais informações a respeito daquele tema.
Mas o que seria isso? Persona é uma representação fictícia daquele que seria o cliente perfeito. Ela é desenhada partindo de dados reais que envolvem características demográficas e pessoais do seu cliente, como seu comportamento, seus desafios, preocupações, objetivos e desejos, onde ele vive, que idade tem, como é a sua rotina, a sua família, o seu emprego, seus gostos, hábitos de lazer, etc. Tudo vai depender do tipo de produto e/ou serviço que a sua empresa oferece e em que momento ele é relevante para essas pessoas.
O número de conversões de visitantes em oportunidades de negócio deve ser a sua principal métrica a ser acompanhada neste processo. Apesar de a conversão não depender única e exclusivamente do trabalho feito em mídias sociais, ela é uma métrica que mostra a efetividade do canal, ou seja, a quantidade dos seus Leads que foram gerados pelas mídias sociais.

Se você poderá pagar, envie demonstrações sem custo do seu objeto. Você poderá fazer com que as pessoas preencham um formulário pra adquirir amostras, ou entrar em um jogo de desenho se você tiver amostras limitadas. Para cada compra, você também podes enviar uma demonstração sem qualquer custo de outro item. Isto necessita convencer as pessoas mais depressa do que se lerem a sua crítica.


Por fim, você também tem a capacidade de criar sua própria linha de cosméticos. Tenha em mente, no entanto, que criar sua própria linha de cosméticos é o mais difícil de entrar no negócio de cosméticos, e isso significa que você precisa para enfrentar cabeça sobre os outros concorrentes que vendem maquiagem. Mas se acontecer de você ser bem sucedido, para alcançar maiores retornos também. Para iniciar uma linha de cosméticos, é necessário fazer uma empresa, obter todas as licenças de funcionamento necessárias, e depois comprar o equipamento. Você também vai precisar de contratar especialistas que realmente fazem cosméticos de você - desde que você não pode esperar para apenas começar a misturar os pós juntos para fazer cosméticos. Você também vai precisar para criar um departamento que se concentra exclusivamente em publicidade e marketing.
En cuanto al dropshipping, necesitas una tienda online donde directamente los clientes te compran a ti (con la logística que eso conlleva) y tú comprarás los productos directamente al mayorista que es quien se los envía al cliente en el nombre de tu tienda por lo que no tendrás que preocuparte de envíos ni del stock. Aquí en definitiva es como si fuera una tienda online donde solo te tienes que ocupar de vender y según el acuerdo que tengas con los proveedores podrás ganar más o menos dinero.
O autor Hugh Hewitt estava coberto de razão em sua obra “Blog: Entenda a Revolução: o século XXI é o século da Internet”. Em 2007, quando a obra foi lançada, a produção de conteúdo ainda não havia alavancado com tanta força como hoje. Limitações técnicas, como baixa velocidade oferecida pelos provedores, conexões à internet menos acessíveis às massas ...

Um blog bem estruturado, com um bom SEO e um conteúdo realmente relevante pode gerar um tráfego incrível a longo prazo e dessa forma atrair potenciais novos clientes para o seu negócio, seja ele qual for. Se você está vendendo cursos online, tem uma empresa de marketing digital ou simplesmente trabalha com consultoria empresarial, um blog é uma ferramenta incrível para encontrar novos clientes, conforme falei anteriormente.
Embora o relatório é grande em si mesmo, não é o bastante para começar, há algumas especificidades relacionadas com a compra de tráfego, que ele não tem tempo para o endereço em seu relatório livre. Mark está agora felizmente executando uma série webinar gratuito. Depois de conseguir seu relatório livre, você terá a oportunidade de se inscrever para o webinar gratuito. É estritamente disponível apenas por um tempo limitado. Certifique-se de fazê-lo e ficar a conhecer os caminhos para seus métodos de tráfego secretas.
×