O Inbound Marketing é considerado qualquer tática de marketing que parte da premissa de ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá-lo por meio de alguma campanha. O foco do inbound é atrair e conquistar um público-alvo específico, gerando leads qualificados, resultando em conversão e vendas. Já o marketing de conteúdo é uma das táticas para levar leads para o inbound, com a produção de conteúdo envolvente e extremamente relevante.
Tal como no item anterior, medir os seus indicadores chave de performance (KPI’s), o impacto dos seus conteúdos e das suas ações, irá dar-lhe uma visão holística sobre de que forma você poderá melhorar os conteúdos que partilha nas redes sociais. A grande vantagem do ambiente digital é tudo é mensurável, o que significa que todas as suas ações nas redes sociais podem ser medidas até ao ínfimo pormenor, gerando informações extremamente relevantes sobre como atuar nos próximos conteúdos que você produzir, para atingir de forma mais positiva e relevante a sua audiência alvo.
Muitas empresas criam ferramentas simples para auxiliar os seus potenciais clientes. Isso é uma estratégia fantástica de marketing de conteúdo, porque além de servir como forma de gerar leads, essa ferramenta resolve um problema ao utilizador. Um dos melhores exemplos é a ferramenta Make My Persona, criada pelo HubSpot, por exemplo. É uma ferramenta extremamente simples, mas que auxilia qualquer profissional na criação de uma persona.
Caso você não tenha entendido a diferença, atente-se, por exemplo, o meu percurso profissional. Quando comecei meu primeiro blog de conteúdo lá em 2008, eu era tudo menos conhecido nesse mercado. Na realidade, naquela altura ninguém falava sobre marketing de conteúdo ou inbound marketing. Esses termos ainda eram uma miragem naquela altura. No entanto, foi através da produção de conteúdos em texto (artigos e tutoriais) e vídeo (aulas, webinários, palestras, etc.) que eu me posicionei como um especialista em marketing digital, sem que na verdade tenha de alguma forma publicitado essa característica profissional. O próprio mercado, ao longo dos anos e através dos conteúdos que eu produzia, foi determinando que eu era um especialista em Marketing Digital e Marketing de Afiliados, os dois temas que eu mais abordei ao longo dos últimos 10 anos.
De todos los negocios el más interesante, con más ventajas y menos desventajas es el DROPSHIPPING, porque una persona puede vender en todas las categorías sin ser dueño de lo productos,aunque no entiendo mucho de lo que mencionas que si hay problemas «uno mismo debe responder ante el cliente», también me preocupa lo de hacerse visible en internet para poder vender, es decir, me pregunto si para este negocio hay que tener una página web con hosting, y posicionamiento, porque no conozco del tema y a estas alturas en hoy en días hay expertos en esto, pero no puedo contratar a alguien porque no tengo el dinero ahora para ello, por favor qué me aconsejas ? Muchas gracias.

Para isso, a melhor alternativa é contar com a ajuda profissional de uma agência de marketing de conteúdo, 100% preparada para entender a sua persona e produzir esses conteúdos para você. A RedaWeb está nesse mercado há anos e soma mais de 4 mil clientes atendidos, e mais de 50 mil textos produzidos. Com uma equipe que ultrapassa 100 jornalistas e redatores, nossa agência de conteúdo digital está pronta para ajudar a sua marca a alcançar os melhores resultados, com um trabalho e acompanhamento personalizado, de acordo com as suas necessidades.
Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.

Es un blog muy interesante todo lo que sea negocios, He investigacion me encanta,He hecho un estudio ,y una reflexion mia que la subi en un video a linkedin,pero la he querido ,pasar a las letras , y que opinais vosotros al respecto ,concretamente tu , que veo que eres una persona muy avazada .Dicho lo cual , esto es lo que he ido descubriendo, te paso mi reflexion.


A chave para ter sucesso para marketing afiliado negócio home do Internet é simplesmente continuar a aumentar o tráfego para seu site. Os hits mais em seu site, mais chances você tem de ganhar lucrar com as compras feitas por meio de links em seu site. Promover o seu site Web, escrevendo artigos que contenham palavras-chave adequadas e instituindo um boletim para os assinantes seriam formas promissoras para atrair os navegadores para o seu site.
Se precisar exemplifique, mostre como fica mais fácil ser reconhecido como uma autoridade em um assunto quando você produz conteúdos autorais e de qualidade, apresente casos de grandes referências que chegaram lá por produzir conteúdo. No blog do RD Station, temos uma série de exemplos de clientes onde trazemos alguns casos muito legais, confira nesse link onde comentamos casos de clientes que criaram conteúdos ricos de maneira fácil e que deram resultado, uma mãozinha a mais para você demonstrar de maneira prática que o Marketing de Conteúdo gera resultado.
O vídeo é provavelmente o formato de conteúdo que gera mais autoridade nos dias de hoje. Se você imaginar que um conteúdo escrito, embora relevante, não tem o seu autor em primeiro plano e que um vídeo coloca você em frente ao seu potencial cliente, você provavelmente irá entender a diferença. O vídeo humaniza o seu conteúdo e o coloca numa posição de maior destaque, o que aumenta a sua notoriedade e gera uma maior confiança junto ao seu público. Vários estudos indicam que um vídeo numa página de venda de um produto aumenta em mais de 80% a intenção de compra do cliente, o que traduz bem a confiança que um vídeo pode gerar.
Analisar o mercado antes de produzir conteúdo – Logicamente você terá uma ideia sobre o que escrever, mas não seria interessante validar essa ideia no mercado e entender se os seus potenciais clientes realmente se interessam por isso? Nem sempre aquilo que você pensa ser um bom conteúdo, realmente o é. Faça uma pesquisa de mercado através do Google ou através do Google Keyword Planner para entender o que o mercado realmente pesquisa.
Outro grande pilar do Marketing de Conteúdos é a criação e difusão de peças gráficas nos blogs e nas redes sociais. Tais conteúdos se encontram entre os mais compartilhados em Social Media já que são muito mais atraentes visualmente. Entre os conteúdos que podemos criar, podemos incluir infográficos, criar GIFs, usar fotografias, ilustrações e imagens com texto.
Um blog bem estruturado, com um bom SEO e um conteúdo realmente relevante pode gerar um tráfego incrível a longo prazo e dessa forma atrair potenciais novos clientes para o seu negócio, seja ele qual for. Se você está vendendo cursos online, tem uma empresa de marketing digital ou simplesmente trabalha com consultoria empresarial, um blog é uma ferramenta incrível para encontrar novos clientes, conforme falei anteriormente.

Mais tráfego iguala mais lucros. Quanto mais tráfego você pode dirigir para o seu site, o mais bem sucedido seu negócio Internet casa vai ser. Se uma empresa vê que seu site é visitado regularmente por centenas de pessoas diariamente, você não terá problemas com a obtenção de outras empresas que querem fazer parceria com você. Eu sei que você está pensando! Direcionar o tráfego? Como eu faço isso?
Dessa forma, você pode criar um Podcast – ou seja, uma peça de áudio – para compartilhar, pode dedicar tempo à criação de Webinars (conferências online sobre seus produtos, serviços e temáticas relevantes para o seu campo de atuação). Você pode desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, publicar eBooks e até mesmo desenvolver jogos temáticos.

Por sua vez, essas empresas, provavelmente, colocar um link para seu site Web em seu site. Alguém que está navegando para desconto mobiliário pode ver o link para o seu negócio de decoração de interiores e decidir entrar em contato com você para uma consulta. Uma vez que o contrato é assinado entre você eo cliente, o site que enviou o seu negócio maneira, então, recolher uma taxa de referência.
Decida como você vai promover os produtos afiliados. Como mencionado, a maneira mais fácil é através de um site ou blog . Outros profissionais de marketing de afiliação bem-sucedidos configuram uma página do Google Squeeze projetada para criar uma lista de e-mails e, em seguida, promovem produtos afiliados aos assinantes. Naturalmente, sua lista deve fornecer outras informações não relacionadas a vendas, pois as pessoas não querem ser vendidas o tempo todo. Alguns afiliados não usam um site, e usam mídias sociais como Facebook, Instagram ou Twitter. Muitos comerciantes da filial usam uma combinação de várias táticas de marketing.
Olá. Eu estou estudando já ha algum tempo a possibilidade de abrir um e-commerce voltado para a área de decoração. Uma coisa que sinto falta é sobre como conquistar parceiros para o negócio e como encontrar fornecedores dos produtos. Tenho encontrado mas a explanação é sempre superficial a respeito dos temas descritos. Tem alguma ideia ou dica para passar? Serve até como tema para posts futuros.
Geralmente, criar ferramentas exige uma infraestrutura um pouco maior, pois você vai precisar contar com a ajuda de um profissional que saiba de programação. Em compensação, dificilmente sua ferramenta será copiada, já que é mais complicado reproduzir esse tipo de conteúdo do que um post, por exemplo. Isso torna as ferramentas uma bela forma de diferenciação.
Parabéns Alex,sempre com conteúdo que nos faz abrir os olhos pra novas possibilidades. Trabalhar como afiliado é fantástico pq primeiro você começa a vender produtos de outras pessoas, só que ao longo do tempo você vai percebendo que também tem um certo conhecimento e que pode transmitir esse conhecimento de várias formas e gerar ainda mais vendas. Ser afiliado é uma excelente opção para começar.
Que software você está usando? Equipe de seu host de apoio terá informações sobre o software que você está usando. Por exemplo, eles vão pedir-lhe que tipo de sistema que você está usando em seu computador. É um fato bem conhecido que certos aplicativos não funcionam bem em determinados sistemas. Certifique-se de dar todos os detalhes relevantes sobre os serviços ou aplicações que você usa.

Para muitos, conseguir medir o sucesso comercial do Marketing de Conteúdo ainda é muito difícil, o que faz com que muitos profissionais de marketing se baseiem em resultados que às vezes são mais fáceis de justificar, como por exemplo, o engajamento (curtidas, compartilhamentos, retweets). Porém, empresas são negócios, e negócios precisam ter lucro, falar apenas em engajamento não vai garantir que o gestor acredite na proposta.
Foi o que a rede de hotéis Four Seasons descobriu. Quando um cliente entra em um hotel, ele deseja aproveitar diferentes coisas na própria cidade onde está. Para que ele não precisasse de guias extremamente caros, a empresa resolveu abrir uma conta no Pinterest. Criando um perfil para cada um de seus resorts, a rede de hotéis começou a fazer um guia repleto de dicas de gastronomia, lazer, turismo e muito mais.
Logicamente, o marketing de conteúdo inclui também diversas coisas que você não deve fazer. Já falei anteriormente sobre várias das coisas que deve evitar quando trabalha os seus conteúdos e principalmente quando monta uma estratégia de divulgação dos mesmos, no entanto, é importante relembrar alguns princípios básicos do marketing de conteúdo e erros que podem ser facilmente evitados:

5. Estar presente de diversas formas na vida do seu cliente. O bom do Marketing de Conteúdo é que ele traz diversas formas de interagir e entregar conteúdo de qualidade às pessoas: blogs, redes sociais, e-mail marketing, SEO, e-books, webinars, podcasts e por aí vai. Ou seja, você tem múltiplas possibilidades de impactar e estar presente no dia a dia do seu público-alvo.
Ao escolher quais as corporações pra se endireitar com o marketing da filial, escolha as empresas que vendem produtos que seus visitantes estão interessados em obter. Você ganha mais dinheiro quando os usuários clicam ou compram produtos usando seus links de afiliados pra que faça sentido escolher coisas que são susceptíveis de interessar os visitantes do teu site.
1. Blogs – Uma excelente forma de trazer conteúdos relevantes para a sua persona sobre os mais diferentes assuntos. O ponto forte do blog é que todos os materiais ali veiculados podem ser replicados em outros locais, como nas redes sociais, o que facilita o seu poder de penetração. (E claro que você pode contar com a RedaWeb, que é especialista na produção de conteúdo para blogs)
3. E-book – Quer aprofundar a abordagem sobre algum tema específico? Os e-books são ótimos aliados para tratar um assunto com mais profundidade. Servem também como ‘isca’ para capturar o e-mail do futuro lead e assim iniciar uma comunicação com ele. Para isso, você pode disponibilizar o seu e-book apenas para visitantes que preencherem um formulário contendo nome, e-mail e telefone, por exemplo.
Use dados estratégicos:  como o marketing de conteúdo direciona o tráfego orgânico para o site, a empresa pode gastar menos em compra de mídia. E há pesquisas, como a feita pela Kapost e Eloqua, que indicam que o Marketing de Conteúdo chega a ultrapassar o ROI de links patrocinados em até 3 vezes.  Essa é, inclusive, uma das grandes vantagens do Marketing de Conteúdo: a capacidade de geração de Leads. O resultado na maioria das vezes será proporcional, quanto mais autoridade você tem sobre determinado assunto maior será a quantidade de Leads gerados.
Na próxima etapa, o meio do funil, esse possível cliente já descobriu um problema e está atrás de possíveis soluções, ou seja, um passo a mais no processo de decisão de compra. Nesse momento, o conteúdo deve se manter informativo, mas trazendo soluções sem falar demais da sua empresa. Uma boa alternativa é capturar os dados dessa pessoa, como por meio de um formulário, oferecendo algo em troca, como um e-book ou um webinar. Ao levantar esses dados, você pode iniciar um trabalho de qualificação dessa pessoa e estreitar o relacionamento.
×